Crítica: 3×09 de The Good Doctor traz o doce e o amargo do sexo

The Good Doctor explorou o sexo em episódio

As definições de “NEIVA DO CÉU” foram atualizadas com sucesso em The Good Doctor.

Continua após a publicidade

Na vertente de abordar o sexo como narrativa principal, a série traz diferentes relações e suas consequências. Seja envolvendo sentimentos ou não, a união fisiológica de dois corpos, tão natural ao ser humano, ainda é um tabu pra grande parte da sociedade. Seja pelo fazer, pelo não fazer, por amar demais ou se importar de menos. Sempre que houver uma conexão física e psíquica, estaremos vulneráveis a diversas vertentes impostas pelo destino e pela sociedade.

Comecemos pelo caso de Claire, uma personagem que traz o lado emocional do ser humano à profissão e que foi humilhada de forma surpreendente nesta semana. Não por se relacionar com um homem casado por uma noite, mas por ser julgada em frente a seus colegas por tal ato. Acredito que aquele tapa ao fim do episódio doeu tanto quanto a mão amiga de Melendez trouxe conforto a cada um de nós. Todavia, acredito na personagem e não sei se teremos grandes consequências de tal ato por agora. Provavelmente isso foi um motivo para trazer a tona o provável casal que os fãs a tanto esperam e que esteve bem distante nos últimos tempos: Claire e Melendez.

Crítica: 3x09 de The Good Doctor traz o doce e o amargo do sexo

Imagem: ABC/Divulgação

Ele não devia ter feito isso…

Deixando as teorias de conspiração de lado, vamos voltar a algo concreto. Se com Claire, o ato trouxe consequências inesperadas, com Shaun tivemos o contrário. Sim, eu sei que sexo é só uma parte de um relacionamento. Que não define toda uma construção de sentimentos e que apenas agrega intimidade, o que não deixa de ser importante. Contudo, quando isso passa pra uma vertente física, de falta de apelo sexual, as coisas tomam outra proporção. Mesmo não defendendo o casal Shaun e Carly, aquelas palavras do nosso protagonista machucam qualquer um, até mesmo os mais pacientes.

Analisando ambos os lados, temos que entender que tudo é novo para Shaun. A experiência é construída com tempo e com as experiências. Carly será muito forte se ainda persistir em levar nosso protagonista a um patamar acima. Por dentro do doce e do amargo das relações, vão se construindo os casais. Como minha afeição pela química de ambos é bem baixa, não me importaria muito com um fim por agora. Todavia, é nítido que ela faz bem a ele e que a relação vai sendo construída a longos passos, como já estamos sendo apresentados…

The Good Doctor destruindo estruturas!

Finalizando, gostaria de comentar apenas sobre a relação de Shaun com Glassman. Sou suspeito para falar, mas vou totalmente de acordo com nosso protagonista quando ele diz que a relação deles era melhor quando não havia mais ninguém. Entendo que um relacionamento distancia as pessoas mais próximas, pois vivemos tão intensamente aquilo que acaba não sobrando muito espaço para mais alguém. Todavia, Glassman não somente se distanciou, como mudou muito a forma com que lida com Shaun nos últimos meses. Isso impacta verdadeiramente a realidade de Shaun, principalmente após aquela notícia final e os desenrolares da promo do próximo episódio…

Nos vemos na próxima semana e aguardo vocês em mais uma review!

Nota do Episódio8
Review do nono episódio da terceira temporada de The Good Doctor, da ABC, intitulado "Incomplete".
8
Lucas Franco

Lucas Franco

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.

No comments

Add yours