Crítica: 3×10 de A Million Little Things teve pior pesadelo de Sophie

Crítica A Million Little Things 3x10

O melhor episódio dessa temporada é todo focado em Sophie 

Já começo essa review dizendo que Trust Me (“Confie em mim”), o décimo episódio dessa terceira temporada foi, de longe, um dos melhores episódios de A Million Little Things.

Continua após as recomendações

A maneira que a série contou a história com flashbacks mostrou que Sophie está vivendo seu pior pesadelo. E, ainda, pela maneira que aconteceu, ela se culpa pelo desfecho da história. 

Aliás, o episódio apenas precisou de uma Maggie “sem câncer”, usando suas habilidades como psicóloga, e Gina emprestando sua infeliz experiência do passado. Além claro de Sophie, a vítima – que não se enxerga como tal -, para relatar o terrível acontecimento que ela passou por causa de seu sonho. Também tivemos Gary colocando seu lado de melhor pessoa de lado, para mostrar que ele tem um lado negro capaz de fazer algo muito ruim.

Continua após a publicidade

A inocência de Sophie

Após descobrir que Sophie estava com Peter, seu professor de música, e que algo grave tinha acontecido entre eles, Gary pede ajuda a Maggie, que tinha tirado o dia para ficar com Gina. Logo, as duas vão até a casa de Delilah dar o suporte que Gary precisa. E, com sua experiência, Maggie faz as perguntas certas para Sophie. Nisso, a garota revela o que aconteceu. No decorrer do episódio, então, descobrimos o desenrolar desse pesadelo que a irmã de Danny está passando. 

Vemos como o professor de música preparou Sophie, para que ela saísse de sua zona de conforto e ficasse “a vontade” durante sua apresentação para a faculdade de música. Peter ainda usa a letra da música que Sophie escreveu para seu pai, contando que ele morreu sem dizer adeus e sem ver a mulher que ela se tornou para deixá-la mais vulnerável. O roteiro foi perfeito para deixar claro que Peter estava abusando da inocência de Sophie. 

Crítica A Million Little Things 3x10

Imagem: Divulgação.

Sophie não está bem, mas ela ainda não sabe!

Entre os flashbacks e o tempo atual, Maggie revela para Gary que Sophie não está bem, mas ela ainda não sabe. Com isso, Gary mostra um lado que até então ninguém conhecia. E chega a dizer que vai matar Peter. Gary vai até a casa do professor de Sophie, mas repensa sua atitude ao ver a esposa de Peter. 

Acredito que Gary possa ter entendido que poderia prejudicar outras pessoas, se ele agisse por impulso no momento da raiva. E, um pouco antes de repensar essa atitude, temos uma referência ao episódio piloto: quando Rome estava prestes a se suicidar e Gary liga para avisar do suicídio de Jon. Nesse episódio, Rome liga para Gary para impedi-lo de cometer qualquer loucura na qual ele iria se arrepender pelo resto da vida.

Sophie tenta normalizar a situação

No decorrer do episódio, entre os flashbacks e o tempo presente, a situação piora com Sophie e seu professor. Em uma das últimas aulas, ele chega tão empolgado dizendo que conseguiu uma audição para Sophie se apresentar e concorrer a uma vaga para a faculdade de música que ela tanto quer entrar, fazendo com que ela fique muito feliz. Com isso, – a parte mais podre desse personagem e do episódio – Sophie revela que Peter se masturbou na sua frente. Ele não a toca, mas após “terminar” o ato, ele age naturalmente. Como se nada tivesse acontecido. 

Dias depois, em uma tentativa equivocada de “normalizar” a situação e manter o foco na sua apresentação para a faculdade de música, Sophie tira umas fotos inspiradas em Britney Spears no single “Toxic” e envia para Peter. Acompanhamos esse momento nos primeiros minutos do episódio, antes de toda história ser revelada. E como essas fotos se tornariam uma prova que podem incriminá-lo, Peter responde para Sophie o quanto isso foi inapropriado. E que não poderá mais tê-la como estudante. Tal fato acabou fazendo Sophie se sentir culpada por toda situação. Que ódio desse personagem! Que tristeza por Sophie!

Maggie e Gina foram essenciais nesse episódio

Não apenas Maggie foi essencial nesse episódio, mas Gina também trouxe sua experiência negativa que ela passou na infância. Tudo isso para deixar claro para Sophie que ela não tem culpa de nada, apenas de querer realizar seu sonho de entrar para a faculdade de música. Dessa forma, foi um diálogo intenso, essencial, bem como muito importante.

Imagem: ABC/Divulgação

No entanto, fugindo um pouco do pesadelo de Sophie nesse episódio, ainda tivemos a nova amizade que Eddie fez na reabilitação, e que está fazendo ele enxergar a vida por uma outra perspectiva. Desde o episódio anterior, Jackie tem falado exatamente o que Eddie precisa escutar. Será se ele vai aprender algo dessa vez? Vamos torcer.

Do mesmo modo, ainda tivemos uma interação entre Rome e seu pai, e o marido de Gina vem descobrindo uma nova maneira de enxergar o lado bom que se pai não sabe demonstrar.

E você, o que achou desse último episódio de A Million Little Things? Como será que Sophie vai superar esse trauma que ela esta passando? Deixe aqui seu comentário e continue acompanhando as novidades de seus seriados favoritos aqui no Mix de Séries.

"Nota do episódio"9.5
Crítica do episódio “dez” da terceira temporada de “A Million Little Things” da “ABC”, intitulado "Trust me”.
9.5

Nenhum comentário

Adicione o seu