Crítica: 3×11 de Good Girls entregou o melhor final que pôde

Critica Good Girls 3x11

Adaptando roteiro de Good Girls devido à pandemia

A terceira temporada de Good Girls recebeu a ordem de mais episódios, o que significa arco de personagens maiores, porém com a pandemia do Coronavírus, a série precisou ser parada no meio da produção e muita coisa ficou sem um final satisfatório.

Começo do fim em Good Girls

A Agente Donnegan começou seu plano para prender as meninas, indo até o emprego de Ruby onde sutilmente colheu informações sobre dinheiro falso, assim confirmando suas suspeitas. E no fim acabou pegando o celular de Ruby.

Mesmo com esse ar de policial em filme de comédia, Donnegan mostra como é boa no seu trabalho quando precisa. Além disso, é interessante ver uma Agente quebrar estereótipos de comédia sem se apoiar tanto em outras fórmulas (Brooklyn Nine Nine, por exemplo).

Retomando o controle, ou quase

Beth quer voltar aos negócios o mais rápido possível e não vai deixar nada no seu caminho, como vemos na cena com a ex patroa de Dean. Beth ameaça contar sobre a traição entre ela e os funcionários para a família dela.

Continua após a publicidade

A felicidade de Beth dura pouco. Rio vem até ela e revela seu plano de usar a loja de Beth para lavar todo o dinheiro, assim tomando o controle antes mesmo dela começar a trabalhar. Mais uma vez, Beth passa por uma montanha russa em algumas cenas. Do controle total enquanto fazia a oferta para comprar a loja. Para voltar a mercê de um criminoso onde não pode fazer nada.

Beth já passou por isso várias vezes no decorrer da série, mas até quando ela vai conseguir se reerguer?

Casamento no limite

Stan está bravo com Ruby por ela ter usado o dinheiro para comprar o carro. Não pelo ato em si, mas por não ter conversado com ele sobre. Logo, Stan não gosta da pessoa que Ruby se tornou. E para “ensinar uma lição” ele diz que Ruby vai te pagar o dinheiro de volta.

Esse arco no episódio foi o que mais pareceu desconexo e cortado, talvez a maior vítima do adiantamento da finale. Mesmo assim, nada me agradou, o comportamento machista de Stan durante a discussão e nas cenas em sequência não é algo necessário. Já tivemos um abusador na série, não precisamos de mais um personagem assim.

Contra a parede

Beth mentiu para Rio sobre a situação da loja e Ruby precisa pagar Stan para salvar seu casamento. O que leva as personagens a ficarem desesperadas tentando achar novas maneiras, rápidas e fáceis para lavar dinheiro. Ruby tem o plano de roubar o clube de Stripper onde Stan trabalha. Outra vez as personagens precisam tomar decisões o mais rápido possível, o que por histórico não dá certo, mas é o que elas precisam fazer para “sobreviver”.

De volta ao crime

Tivemos direito a uma montagem de assalto, Ruby pegando a maleta e Beth aprendendo combustão instantânea para ajudar. O assalto em si é até engraçado, com Beth precisando fazer drama de que o marido está dentro do clube, enquanto Ruby distrai Stan, mas acaba contando tudo para ele por não conseguir lidar com a culpa.

Toda sequência é muita coisa para digerir, primeiro por ser alguém que elas conhecem então tudo é meticulosamente planejado. Ruby escolhendo contar para Stan, porque mesmo que seja algo ruim, ela acha melhor que os dois lidem com isso. E no fim o dinheiro pega fogo e ninguém pode rastrear o crime de volta para elas.

Casamento é trabalhoso

Depois de toda a situação, Ruby e Stan têm um diálogo sobre as questões técnicas das ações deles, qual a quantidade de atos bondosos vão compensar por tudo de ruim que eles fizeram. Como já falei no parágrafo anterior, tudo é estranho de assistir, mas ainda é válido. Mesmo que não faça sentido na narrativa, fico feliz que os dois terminaram dispostos a melhorar na próxima temporada.

Tomando o controle a força

Após debater com Dean sobre traição, Beth percebe que não pode deixar bondade ditar todas as regras. E vemos isso quando ela rouba todas as banheiras da loja, forçando a venda por um valor mais baixo. No fim, Beth recebe a confirmação verbal de que Rio nunca vai deixar ela ter algo dela, motivando ainda mais a personagem a seguir com o plano de assassino.

Se não pode prendê-las, junte-se a elas

Sem conseguir nada substancial, Agente Donnegan decide se aproximar das meninas, provavelmente tentando fazer amizade para se infiltrar no esquema. Não foi o final que eu esperava para a temporada, mas fiquei feliz com o resultado. Só nos resta torcer para que a série seja renovada para uma quarta temporada.

Obs.: A pior parte da finale antecipada foi todo o plot de Annie ser descartado no último episódio.

Obs. 2: O assassino só recebeu uma menção no episódio, talvez por não terem chegado a gravar mais nada com ele.

A NBC ainda não renovou a série, mas vocês podem ficar informados caso isso aconteça. É só seguir a TAG de Good Girls aqui no Mix de Séries. Até a próxima!

Nota do episódio7.5
Crítica do décimo primeiro episódio da terceira temporada de Good Girls, exibido nos Estados Unidos pela NBC e intitulado Synergy.
7.5
Tags Good Girls
Avatar

Leonardo Souza

Séries, animes e cartoons.

2 comments

Add yours

Post a new comment