Crítica: 3×12 de Young Sheldon destacou trama com Paige

Crítica Young Sheldon 3x12

Com destaque para Paige e George Jr, o 3×12 de Young Sheldon focou na relação dos personagens com seus pais.

Paige ganha destaque

Apesar de não fazer parte do elenco regular da série, foi Paige que centralizou a atenção nesse episódio. Sempre que possível, Young Sheldon tenta abordar os diversos problemas que podem acontecer em um ambiente familiar. Dessa vez, foi a vez de mostrar como a separação de um casal afeta a vida de seus filhos.

Por mais clichê que possa ser, a mudança de comportamento de Paige não é absurda. A personagem sempre recebeu atenção de todos os lados. Ser uma criança gênio requer um maior cuidado para enfrentar um mundo que não está pronto para ela. Com a separação, ficou claro que os pais continuavam tentando dar essa atenção. Mas, separados, não era tão bom como era antes. Os atos de rebeldia deixaram a personagem mirim ainda mais interessante. E renderam momentos maravilhosos como as interações Paige-Missy.

Continua após a publicidade

Sheldon aprende sobre empatia em Young Sheldon

Sabemos que saber ouvir e empatia não são das principais características do Sheldon. Mas nesse episódio tivemos a chance de vê-lo realmente preocupado com os problemas de alguém. Por mais que não a tenhamos visto em The Big Bang Theory, Paige cada vez se mostra uma personagem importante durante a juventude de Sheldon.

Guardada as devidas proporções, a personagem funciona como uma jovem Amy na vida do futuro físico. A cada vez que Paige aparece, ela traz um toque mais humano ao Sheldon. Dessa vez, com a ajuda do Dr Sturgis, o personagem finalmente aprendeu que é importante ouvir o outro. Mesmo que o assunto não nos interesse.

Georgie

Parece que a pseudo independência financeira de George Jr atingiu o limite da paciência de seu pai. Se no começo a ideia parecia interessante para ambos, as atitudes do filho estão deixando a relação cada vez mais complicada. Georgie mudou bastante nessa temporada. Apesar de sempre rebelde, o adolescente demonstrava um certo respeito por seu pai.

O George Jr da terceira temporada é um personagem todo cheio de si. Com seu próprio salário, ele acha que não precisa mais seguir regras ou dar satisfação em casa. Essa mudança repentina de comportamento pegou o George pai despreparado. Acredito que ele nunca imaginou que o filho “menos inteligente” seria o primeiro a seguir seu próprio rumo.

No final, quase que tivemos um reconciliação entre os personagens. Sabemos que em situações assim, só se resolve se um dos dois ceder. Por um momento acreditei que a atitude de elogiar o filho funcionaria. Mas sabemos que ambos são bastante teimosos para ceder assim tão facilmente.

Obs.: muita crueldade da séria a revelação de que Amy e Sheldon serão pais no futuro sabendo que nunca poderemos presenciar esse momento.

Continue acompanhando as notícias e reviews de Young Sheldon aqui no Mix de Séries.

Confira abaixo o vídeo promocional do próximo episódio.

Nota do Episódio8
Review do decimo segundo episódio da terceira temporada de Young Sheldon, da CBS, intitulado "Body Glitter and a Mall Safety Kit".
8
Avatar

Matheus Ronconi

Paulista, nerd, viciado em séries e fã do Rei Leão e do Homem-Aranha. No Mix escrevo sobre The Big Bang Theory e Star Trek: Discovery.

1 comment

Add yours

Post a new comment