Crítica: 4×03 de SEAL Team trouxe mudanças para a equipe

Crítica SEAL Team 4x03

Um episódio bem calmo, a princípio

Para os fãs de SEAL Team que gostam de uma trama cheia de ação e trocas de tiros, este não foi o episódio. No entanto, a ação veio de um outro jeito…

Continua após publicidade

Acontecerem muitas coisas desde o último episódio, e já se passaram dois meses desde que Jay e seu braço direito Ray deixaram a equipe. Com isso, Thirty assume como novo Bravo 1. Porém, as coisas não vão bem e a equipe parece perdida sem Jay.

Continua após a publicidade

Ele agora assume o posto de chefes de operações, um cargo até importante. Contudo, durante o episódio vimos que Jay não se sente tão confortável como se sentia nas missões. Agora ele precisa dividir seu tempo entre todas as outras equipes, se certificando que todas estão indo bem.

Continua após publicidade

Enquanto isso, Clay está sendo “punido” por levar a culpa por Ray pela carta da senadora Marsden. Falando em Ray, ele está de volta da escola de subtenentes.

Fora de jogo

Depois de vários resultados ruins nos treinamentos, a equipe Bravo é mandada para o banco de reservas até que as coisas melhorem. O que acabou trazendo um clima bem pesado para a equipe.

Continua após publicidade

Enquanto a equipe está treinando para voltar ao jogo, Jay parece está aproveitando sua “aposentadoria” e colocando sua vida nos trilhos. Ele voltou seu relacionamento com a Natalie, mesmo após ter ficado com a Mandy no Afeganistão. Será que ela sabe?!

Imagem: Divulgação.

Separação

A equipe parece estar cada vez mais distante, com cada personagem tomando um rumo diferente na história.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Depois que Clay foi oficialmente retirado da equipe Bravo, mais uma vez Sonny tomou suas dores. Ele acabou brigando com Ray e colocando a culpa no Jay por separarem a equipe. O Sonny deveria aprender lidar com mudanças, não é primeira vez e provavelmente não vai ser a última vez que ele faz isso.

Enquanto todos parecem perdidos e sem caminho, a oficial Davies é promovida novamente. E depois de todas as dúvidas que ela teve se realmente conseguira fazer esse trabalho. Com isso, mais uma vez, ela precisa dar um tempo em seu “relacionamento” com Sonny já que todos estão de olho nela agora.

Jay parece finalmente estar seguindo em frente com sua vida pós-Bravo. No final do episódio, ele se abre com Natalie e pede para que ela fique em Virginia. No entanto, ela é de San Francisco. Parece ser algo bobo e pequeno, mas, durante sua fala, vimos que ele queria algo mais com ela.

A volta?

Na última crítica eu disse que estava ansioso para ver como os roteiristas iam unir toda equipe novamente. Bem, creio que essa separação seja de momento, até porque a série perderia o sentido principal.

Ray é designado para a mediação de um conflito no Oriente, algo mais diplomático, em zona inimiga. Ao tentar mediar esse conflito, Ray e outra agente acabam sendo atacados por uma bomba, o que acaba dando final ao episódio.

A temporada está esquentando e muitos acontecimentos ainda estão por vir.

E você, está gostando desta temporada de SEAL Team? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.