Crítica: 4×05 de Riverdale traz teoria surpreendente

Imagem do episódio 4x05 de Riverdale

Série está fazendo seus fãs teorizarem

Engraçado como as vezes as coisas demoram quase quatro anos para se apresentar a todos nós em Riverdade.

Continua após a publicidade

Essa semana, após assistir o episódio, eu comecei a refletir sobre alguns pontos que podem vir a traduzir o futuro da série. Sabe quando algo está diante dos seus olhos, mas você não consegue enxergar? Exatamente, este é o sentimento que eu tive. Mas ainda assim, procurei refletir bem e analisar a conjuntura desta temporada. Não é que os roteiristas foram cruciais em colocar um gatilho que amarraria muito bem todos esses anos de série?

Calma, se você ainda não está entendendo onde eu quero chegar, explicarei. Mas antes, vamos falar um pouco dos embates pessoais que a série vem apresentando este ano. Todos nossos queridos protagonistas enfrentam uma batalha dura nesta temporada. Betty luta consigo mesma, para reconhecer seus instintos mais perigosos e reprimi-los. Veronica trava uma luta familiar, com uma irmã que promete bagunçar e muito sua vida. Archie trava uma luta social, com o desafio de vencer a criminalidade e levar uma vida mais digna aos moradores de Riverdale. Já Jughead, este trava uma luta que faz um perfeito combo de todos os outros ali de cima.

Imagem: CW/Divulgação

Riverdale entregava detalhes o tempo todo…

Primeiro, pois o garoto está em um momento de se descobrir como um perfeito autor – vamos falar disso em instantes. Também está conhecendo mais de sua família, com a história de seu avô que eu acredito ser tão mais presente quanto imaginamos. Sua luta social se firma na posição de se mostrar um valoroso membro de sua atual escola e provar que sua presença ali vai além de simplesmente uma cota para estudantes públicos. Inclusive, Riverdale está de parabéns por trazer a tona esse tema e explorar ele de maneira tão certa…

Mas voltando ao ponto inicial, vamos ao momento da teoria… Tenho um costume de passear pela internet após cada episódio, procurando comentários e discutindo informações do que aconteceu. Em uma dessas visitas, li algo que me deixou um tanto quanto intrigado. Sabemos que desde o primeiro episódio, a série vem se apresentando em capítulos. Outro ponto é que desde o início, Jughead é o grande narrador desta obra. Sabemos ainda mais, agora, ele está com um projeto do assassinato perfeito para conseguir dar continuidade a obra dos irmãos Baxter. Para finalizar a teoria, todo final de episódio deste ano, temos alguns flashs sobre a possível morte dele nesta temporada.

Tudo calculado para chegar até aqui!

Estava na minha cara como 1 + 1 = 2 e eu não percebi. Tão nítido que nunca me atinou a tal possibilidade. Grandes são as chances de toda a nossa série ser a grande obra de Jughead. Claro que não acredito que a série vive um mundo de fantasia desde o início. Black Hood e Rei Gárgula foram vilões importantes e reais, que nos mostram a insanidade do ser humano. Contudo, podemos fechar a obra com os detalhes do assassinato perfeito de Jughead. Os flashs sendo apenas detalhes de sua escrita, explica muito melhor os acontecimentos até aqui…

A próxima semana voltará ao sonífero que não tivemos neste episódio: as loucuras de Cheryl e seus irmãos fantasmas. Acho que esse plot não está vingando como esperavam e sinceramente, se focarem a série nos outros quatro terão muito mais repercussão. Uma pena, pois é uma personagem que tem total condição de entreter e desenvolver um excelente plot, como já foi feito muito por aqui. Aguardo vocês na próxima semana e fiquem com a promo logo abaixo… Até lá!

Nota do Episódio9.5
Review do quinto episódio da quarta temporada de Riverdale, da CW, intitulado: "Chapter Sixty-Two: Witness for the Prosecution".
9.5
Tags Riverdale
Lucas Franco

Lucas Franco

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.

No comments

Add yours