Crítica: 4×15 de The Good Doctor arrepiou do início ao fim

Imagem: ABC/Divulgação.

The Good Doctor entregou episódio emocional

Esqueçam tudo que já foi visto por aqui e enalteçam este episódio de The Good Doctor. Após quatro temporadas, a série ainda tem muito o que nos ensinar.

Continua após publicidade

Acima de tudo, a série provou que consegue abordar importantes temas de forma sutil. Nesse sentido, os quarenta minutos de episódio passaram como um filme em nossas mentes. Aposto que mesmo que ainda não tem a paternidade no sangue, não se conteve com os acontecimentos.

Continua após a publicidade

Desde que anunciaram a maternidade de Lea, tem sido extremamente prazeroso acompanhar as evoluções. Esta semana, o sentimento que mais tive foi de preocupação. Nem digo isso pelos instantes finais que comentarei logo ali embaixo. Sua maturidade de controlar os anseios das duas mães no episódio foi impressionante. Se em algum momentos duvidamos de sua capacidade materna, agora não temos mais dúvidas.

Continua após publicidade

Rivalidades políticas e a realidade nos Estados Unidos da América…

Foi com comentários superficiais entre as políticas de Joe Biden e Donald Trump que o episódio se desenvolveu. Todo o acontecimento das duas crianças se deu através de uma fictícia manifestação política. Apesar da dramaturgia, a realidade apresentada vai de encontro com o que vivemos.

Em seguida, foi através de Asher e Claire que observamos a rivalidade de opiniões dentro do meio que estamos inseridos. Claro que, mais uma vez, tudo foi tratado de maneira rasa, mas impactante.

Continua após publicidade
Imagem: ABC/Divulgação.

Taryn e Carina são duas personalidades que merecem devido destaque nesta semana. As atrizes de Designated Survivor e Orange Is the New Black abrilhantaram o episódio. Sempre que os médicos chegavam com atualizações do caso, podia sentir a angústia no coração das personagens.

Todavia, o ápice se deu quando a rivalidade foi colocada de lado. Taryn se colocando como doadora para o filho de Carina selou a paz entre as duas. O gesto, mesmo que dramatizado, mostra uma certa esperança na humanidade. Ainda que isso aconteça raramente fora das telas.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Quando pensamos que tudo está bem!!

Chegar ao fim deste episódio de The Good Doctor não foi fácil, entretanto, os minutos finais nos traziam esperança. Quando vi Park terminar com Morgan na esperança de uma segunda chance com sua esposa, pude acreditar que aquele seria o plot do próximo episódio. Afinal, tudo parecia ter corrido bem até aqui com Shaun e Lea. Realmente quiseram passar essa ideia para arrancar nossos corações logo em seguida.

O colapso de Lea quebra literalmente a esperança de uma gestação segura. O que mais me preocupa é que geralmente eles buscam dramatizar a promo para depois dizer que está tudo bem.

Dessa vez, a promo é intensa, entretanto, não possui momentos de tensão. Pode ser loucura da minha cabeça, contudo, deixarei que vocês analisem e busquem uma solução até a próxima semana…

E você, o que achou? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.