Crítica: 4×16 de Jane the Virgin nos prepara para a finale

Imagem: Divulgação/ CW

Após tanto economizar, Rafael e Jane finalmente tinham a quantia necessária para alugar o apartamento que queriam morar juntos.

Infelizmente, após um pequeno acidente causado por Mateo que eles custou 4 mil dólares, eles tiveram que deixar esse sonho de molho. Ao mesmo tempo, uma oportunidade Rafael trabalhar com o que gosta surge, mas vem de uma pessoa pouco confiável.

Xiomara começou seu tratamento com a quimioterapia e logo fez uma amiga. Embora tenha tido pouco tempo de tela, Donna foi de grande apoio e ajuda para Xo que sofre em silêncio com tratamento. Vê-la partir foi doloroso mesmo com sua breve aparição. Descanse em paz, Donna.

Já Rogelio está tendo problemas de diferenças criativas na adaptação de “As paixões de Santos”, mas Xo, maravilhosa como sempre, convenceu River Fields a deixar a novela com o roteiro original. O que foi aquela sequência de cenas intercaladas que eles fizeram? Simplesmente… Uau!

Continua após a publicidade

Rafael ultrapassou um limite com Alba.

O limite foi cruzado quando ela tentou bater em Mateus para educá-lo, coisa que Raf não gostou nem um pouco. No final, era tudo parte do estresse emocional e o sentimento de impotência que a matriarca sentia ao ver sua filha doente. O que é bem compreensível, convenhamos!

Petra finalmente conseguiu o que o caso fosse encerrado. Yay! JR se entregou para a polícia e as queixas foram anuladas. Fofo! No entanto, a reação de Petra faz parecer que algo não estava certo. Será que ela foi de fato responsável pela morte da irmã?

No comments

Add yours