Crítica: 4×16 de This Is Us apresentou grande lição com Rebecca

Imagem do 4x16 de This Is Us
Imagem: YouTube/Reprodução

This Is Us trouxe episódio com brigas e lições!

Faltando apenas dois episódio para encerrar sua quarta temporada, This Is Us apostou em um episódio “morno”, mas recheado de lições e uma briga de “ego” entre irmãos que são tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais.

Continua após publicidade

Nessa review, decidi mostrar os dois lados da moeda, aliás, nem sempre uma pessoa está 100% certa ou errada. Sempre existirá dois pesos e duas medidas. Ao seu final, teremos uma bela lição deixada por Rebecca ao longo desse episódio.

Continua após a publicidade

Preparados?!

Continua após publicidade

Analisando Randall em This Is Us

O primeiro do nosso júri comportamental será Randall! Sabemos dos problemas enfrentado por ele recentemente, mas que esteve ao seu lado durante toda a vida: ansiedade. E com ela vem a vontade de conseguir controlar tudo e todos que estão ao seu lado.

Ele não faz isso por maldade, mas muitas vezes acaba afetando as pessoas de modo não muito positivo. Em algumas cenas do passado, ficou nítido que Randall nunca deu muito crédito pelas conquistas de Kevin. Talvez por ele ser mais “prático”, não conseguia ter uma visão artística da coisa, o que soa contraditório, pois desde sempre ele amou cultura, museus etc… Mas talvez na cabeça dele, a arte de atuar em cinema/séries/novelas podia não ser considerado arte e/ou cultura.

Continua após publicidade

Randall assumiu como sua responsabilidade o cargo de cuidar da mãe. Isso aconteceu desde quando seu pai faleceu e perdurou até nos dias atuais. É triste ver o fardo que ele carrega em achar que tudo cabe a ele resolver. Ele não compreende que nem tudo está ao seu alcance e que a situação pode sair do controle em qualquer momento. Percebemos esse tipo de ação quando ele não conseguiu ver a própria mãe se divertindo e, por pura preocupação, teve que falar sobre a clínica que talvez traria uma melhora para ela.

Por ansiedade e até mesmo medo, ele não seguiu o combinado com Kevin de falar sobre isso no dia seguinte. Randall muitas vezes coloca a “carroça na frente dos burros”. Isso é motivo para julgarmos ele? JAMAIS… pois ele não faz porque quer, mas sim pelo fato de tudo aquilo ser maior que ele.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Ao final, vemos que na cabeça dele, ele teria a chance de ter salvo o pai quando mostra a cena que ele imaginou na cabeça. Pensou viver com isso durante a vida toda? É por esses e outros fatores que a terapia será muito importante em sua vida, mas será que ele continuará adiante?

Analisando Kevin em This Is Us

Já que vimos um lado da moeda, é justo analisarmos o outro ponto, não é mesmo? Diferente de Randall, Kevin sempre teve uma alma livre. Isso deve-se muito a escolha da profissão que ele quis seguir: teatro, atuação, televisão, ser famoso e reconhecido. Todos os artistas tendem a não se prenderem muito nas coisas e buscam pelo seu sonho. Por isso ele saiu de casa tão cedo após o falecimento do pai.

Isso não significa que ele não ama a mãe ou não sentiu a perda e vivenciou o luto. Pelo contrário, ele quis ocupar a cabeça e seguir seu sonho. No entanto, Kevin muitas vezes não pensa antes de agir, e ele é mais impulso. Só depois analisa seus atos, ou seja, totalmente contrário do irmão. Atualmente, com toda situação que Rebecca vem vivendo, ele não quer ver a mãe presa em consultórios médicos, mas sim que ela aproveite a vida enquanto pode, aliás, o destino de todos nós é a morte e nunca saberemos quando ela baterá em nossa porta.

Ademais, diante toda essas diferenças, uma das semelhanças entre eles é o amor pela mãe. Nenhum está certo e nenhum está errado, mas cada um pensa de uma maneira de como esse momento deve ser vivido. Ao final, cada um quer o melhor para a Rebecca e isso é bonito de ver!

Lição deixada por Rebecca!

O que podemos tirar como lição desse episódio? É clichê, porém verdade: NUNCA deixar as coisas para amanhã. Rebecca viu um quadro no museu quando criança e passou tendo vontade de vê-lo novamente durante toda a sua vida e foi conseguir realizar esse desejo apenas depois de muito tempo. Precisou ela estar doente e o medo de morrer bater em sua porta, para ela destinar seu tempo para as coisas que ela gosta. Além de ter ido ver o quadro, ela entrou com Kevin no tapete vermelho de estréia do filme e finalmente está querendo curtir a vida enquanto ainda pode. Errada ela não está. Talvez demorou um pouco, mas temos o famoso ditado “antes tarde do que nunca”.

Abaixo, você confere o vídeo promocional do próximo episódio.

Além disso, continuem acompanhando nossas resenhas semanais e as notícias de suas séries aqui no Mix de Séries. E siga agora a TAG de This Is Us no nosso site para ficar por dentro das novidades e resenhas da série.

Até a próxima!

https://www.youtube.com/watch?v=4jwpaZyt11s