Crítica: 5×08 de Jane the Virgin revela mistério

Jane stalker

Depois do fora que levou, Jane encarnou a stalker e simplesmente aparece em todos os lugares que Rafael está. Incluindo a casa dele. Fiquei muito feliz que mostraram que não são apenas pessoas de um determinado gênero que apresentam comportamentos completamente intoleráveis, como o que a protagonista chegou a fazer algumas vezes durante o episódio em questão.

Igualmente interessante, foi a revelação de quem estava atormentando Petra, após a prisão de seu ex-marido Milos. No final, as gêmeas estavam completamente traumatizadas ao ver JR com uma arma na mão e uma pessoa ensanguentada no chão. O que é completamente compreensível, e a série ganhou mais pontos comigo por conta disso. É muito bom ver que as crianças ganham um destaque e um – mesmo que bem ligeiro – desenvolvimento.

Falando em crianças, Matteo está com dificuldades para ler e isso pegou bem no coração de Jane que, afinal de contas, é uma escritora e teve sua obra publicada. Nada como uma boa e velha dinâmica para fazer as coisas melhorarem, certo? Errado! Matteo está completamente interessado em coisas aleatórias que nada estão relacionadas com a leitura. Como isso vai ser resolvido? Não tenho ideia!

O que importa é que a situação nos rendeu a cena fofa da Alba enaltecendo a filha. A Xo realmente é magnífica e merece todos os créditos possíveis.

Amarrando pontas soltas

Além disso, tivemos mais uma resolução nos casos amorosos da série. Dessa vez, Alba e Jorge se resolveram e estão juntos novamente, o que mostra que a série está realmente interessada em amarrar as pontas soltas e evitar deixar diversos furos para trás ou resolver tudo no último episódio.

Agora, só nos resta saber mais sobre o que é aquele clubinho da Sin Rostro e o que ela quer com o Rafael, com as crianças, com a Luiza… Enfim, com tudo e todos!

O que acharam do episódio? Deixem aqui nos comentários!

Nota do episódio7
Review do oitavo episódio da quinta temporada de Jane, the Virgin, da The CW, intitulado "Chapter Eighty-nine".
7

No comments

Add yours