Crítica: 6×03 de Chicago Med trouxe esperança para os fãs

Crítica Chicago Med

Chicago Med traz mensagem de esperança

Chicago Med retornou da pausa nos Estados Unidos e, com isso, sua sexta temporada está a todo vapor. E, neste episódio, tivemos um pouco da pandemia de lado para tratar de uma mensagem importante: a esperança.

Continua após publicidade

Curiosamente, este talvez tenha sido o episódio que mais me chamou a atenção na série em tempos. Para quem lê minhas resenhas, sabe que vez ou outra eu fico descontente com o andamento dos rumos dos personagens de Chicago Med. Mas, este episódio mostrou que as vezes tudo o que é preciso é ter uma boa história de fundo.

Continua após a publicidade

Mensagem de esperança

Neste episódio, o Dr. Choi acabou removendo April da ala de c0vid, e isso deixou a enfermeira chateada. Embora ela estivesse fazendo o trabalho muito bem, Ethan achou melhor ela trocar de ambiente neste momento, para que ela saísse um pouco da pressão e do ambiente onde os pacientes infectados estão internados.

Continua após publicidade

Com isso, April foi trabalhar em um caso atendido pelo Dr. Charles. Uma garota, que aparentemente tinha medo de agulhas, mas que na verdade estava com pressa de ir embora do hospital. Com o medo espantado, April e o Dr. Charles ficaram incomodados com tudo aquilo.

Foi então que o Dr. Charles e April começaram a buscar por pessoas desaparecidas, embora fosse buscar uma agulha no palheiro.

Continua após publicidade
Imagem: Divulgação.

[spacer height=”10px”]

Dr. Choi, no início, ficou resistente e quase deu alta para garota. Mas, então, ele voltou atrás e junto de um aplicativo conseguiu rejuvenescer a foto da menina. A partir disso, eles reconheceram que ela, na verdade, era uma garota desaparecida famosa em Chicago e que estava sumida há anos.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

A história foi muito envolvente e fez o público ficar curioso para ver o desfecho. April e Charles foram até a mãe que desacreditou ser a filha. Ela não queria, na verdade, ter falsas esperanças sobre isso. Mas acho que a grande lição que o episódio queria passar é que não podemos perder a esperança nunca.

No fim, a garota era realmente a menina desaparecida e a mãe, mesmo depois de anos, conseguiu reencontrá-la. Ou seja, nunca desista. E ainda, acho que a mensagem é muito válida para que o que estamos vivendo como um todo. É necessário ter paciência, calma e fé, de que tudo isso vai passar.

Dr. Halstead continua o mesmo

Temporada nova, mesmos comportamentos. É isso o que posso dizer do Dr. Halstead que, neste episódio, mostrou que em nada evoluiu. Não me estranha ele não ter sido considerado Chefe da Emergência.

Ele está participando de um estudo e acabou colocando um paciente na pesquisa que parecia não ter entendido muito bem a situação. Nisso, a filha do paciente não gostou nada e foi tirar satisfação com ele. Até tapa na cara do médico rolou – bem novela mexicana, né?

Halstead estava completamente errado, porque ele insistiu no tratamento mesmo com Maggie alertando para não. Só que, também, ele é médico e não colocaria a vida do paciente em risco. O problema não era o estudo em si, mas passar por cima da vontade da família. No caso, se eu fosse ele, teria me afastado do paciente e não voltaria para cuidar – afinal, levar um tapa na cara é complicadíssimo.

Mas Will continuou, e Maggie precisou convencer a filha de que ele era um dos melhores médicos do Chicago Med. No fim deu tudo certo, mas só fez percebermos que Will continua o mesmo impulsivo de sempre, e não vejo isso trazendo nada de bom para ele.

Novo casal?

Por fim, os casos de Crockett e Natalie foram bem fraquinhos, mas serviram para que prestássemos atenção no movimento que eles estão fazendo para ficarem juntos. Acredito que seja inevitável este envolvimento e eu até acho que eles têm química.

Só torço para que Natalie não repita os mesmos problemas do relacionamento com Will. Mas acredito que é muito complicado não deixar o trabalho interferir, quando você tem envolvimento romântico com um colega de trabalho.

O final foi até bonitinho, e mostrou que Natalie está disposta a dar algum tipo de conforto para o Dr. Marcel. Vamos ver aonde isso vai chegar.

Crítica 6x03 Chicago Med
Imagem: Divulgação.

E você, o que achou do episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries. 

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.