Crítica: 7×07 de The Flash deu merecido destaque a anti-heroína

Imagem: The CW/Divulgação

Destaque merecido

The Flash tem aproveitado esta sua sétima temporada para, paralelamente a trama central, enfim dar grande destaque à Nevasca e Caitlin. Quase como se a produção estivesse compensando a pouca participação da personagem na temporada passada, devido à gravidez da atriz Danielle Panabaker.

Continua após publicidade

Nevasca é uma anti-heroína muito querida pelos fãs da série, mas ao longo dos anos sua participação foi perdendo força. Os roteiristas claramente estão tentando recompensar isso e separaram este sétimo (e o próximo, oitavo) episódio para dar o merecido foco a ela.

Continua após a publicidade

Apesar do caso envolvendo Nevasca à justiça parecer uma trama rasa, o roteiro conseguiu envolver bem o necessário. A dualidade que Nevasca tem vivido após se separar do corpo de Caitlin não tem sido artificial, e a forma com que ela vem lidando com isso casou com sua personalidade. Com isso, a personagem tem se desenvolvido muito bem ao buscar justiça para si e para Caitlin. Danielle Panabaker tem mais uma vez mostrado seus talentos, ao interpretar as duas personagens, e merece esse destaque todo que tem ganhado.

Continua após publicidade

The Flash introduz Chillblaine

Além da atuação e roteiro, o episódio trouxe grande resultado também graças à sua direção. “Growing Pains” teve uma das melhores cenas de luta envolvendo Nevasca em The Flash. A cena no bar quando enfrenta Chillblaine aproveitou luta, angulação e efeitos visuais que culminou no clímax do episódio. Chillblaine, inclusive, se mostrou uma ótimo antagonista e quem torço ver mais vezes dando as caras em The Flash. Até mesmo porque os dois personagens apresentaram certa química em cena.

No próximo episódio, veremos Nevasca, enfim, enfrentando o julgamento, o que nos fará esperar mais um pouco para ver Barry/Flash e a Força de Aceleração enfrentado as outras três Forças. Mas acredito que a espera valerá a pena, tanto para o destaque em Nevasca, quanto para o que está por vir na saga central, pois a produção parece estar empenhada em trabalhar em uma temporada incrível para The Flash. A curiosidade e a ansiedade só aumenta semana a semana, mas a torcida para que isso se concretize é ainda maior.

Continua após publicidade
Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– O título do episódio faz referência a série Growing Pains (1985), no Brasil conhecida como “Tudo em Família”.

– O vilão Chillblaine namorou a Patinadora Dourada nos quadrinhos. Ela o recrutou como parceiro de crimes usando uma arma de gelo desenvolvido por seu irmão, Capitão Frio.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

– A vítima de Chillblaine foi congelada e estilhaçada, assim como aconteceu com o personagem nos quadrinhos pelas mãos do Capitão Frio.

– Nevasca vai a um armazém que faz referência a Mike Wieringo, criador de Bart Allen/Impulso, que irá aparecer pela primeira vez na série ainda nessa temporada.

– Keystone City é o lar de Jay Garrick, o Flash original, nos quadrinhos.

– Chester faz referência a Power Rangers e ao filme John Wick 3 – Parabellum (2019).

E então, você gostou do episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.