Crítica: 7×07 de The Flash deu merecido destaque a anti-heroína

Destaque merecido

The Flash tem aproveitado esta sua sétima temporada para, paralelamente a trama central, enfim dar grande destaque à Nevasca e Caitlin. Quase como se a produção estivesse compensando a pouca participação da personagem na temporada passada, devido à gravidez da atriz Danielle Panabaker.

Continua após as recomendações

Nevasca é uma anti-heroína muito querida pelos fãs da série, mas ao longo dos anos sua participação foi perdendo força. Os roteiristas claramente estão tentando recompensar isso e separaram este sétimo (e o próximo, oitavo) episódio para dar o merecido foco a ela.

Apesar do caso envolvendo Nevasca à justiça parecer uma trama rasa, o roteiro conseguiu envolver bem o necessário. A dualidade que Nevasca tem vivido após se separar do corpo de Caitlin não tem sido artificial, e a forma com que ela vem lidando com isso casou com sua personalidade. Com isso, a personagem tem se desenvolvido muito bem ao buscar justiça para si e para Caitlin. Danielle Panabaker tem mais uma vez mostrado seus talentos, ao interpretar as duas personagens, e merece esse destaque todo que tem ganhado.

Continua após a publicidade

The Flash introduz Chillblaine

Além da atuação e roteiro, o episódio trouxe grande resultado também graças à sua direção. “Growing Pains” teve uma das melhores cenas de luta envolvendo Nevasca em The Flash. A cena no bar quando enfrenta Chillblaine aproveitou luta, angulação e efeitos visuais que culminou no clímax do episódio. Chillblaine, inclusive, se mostrou uma ótimo antagonista e quem torço ver mais vezes dando as caras em The Flash. Até mesmo porque os dois personagens apresentaram certa química em cena.

No próximo episódio, veremos Nevasca, enfim, enfrentando o julgamento, o que nos fará esperar mais um pouco para ver Barry/Flash e a Força de Aceleração enfrentado as outras três Forças. Mas acredito que a espera valerá a pena, tanto para o destaque em Nevasca, quanto para o que está por vir na saga central, pois a produção parece estar empenhada em trabalhar em uma temporada incrível para The Flash. A curiosidade e a ansiedade só aumenta semana a semana, mas a torcida para que isso se concretize é ainda maior.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– O título do episódio faz referência a série Growing Pains (1985), no Brasil conhecida como “Tudo em Família”.

– O vilão Chillblaine namorou a Patinadora Dourada nos quadrinhos. Ela o recrutou como parceiro de crimes usando uma arma de gelo desenvolvido por seu irmão, Capitão Frio.

– A vítima de Chillblaine foi congelada e estilhaçada, assim como aconteceu com o personagem nos quadrinhos pelas mãos do Capitão Frio.

– Nevasca vai a um armazém que faz referência a Mike Wieringo, criador de Bart Allen/Impulso, que irá aparecer pela primeira vez na série ainda nessa temporada.

– Keystone City é o lar de Jay Garrick, o Flash original, nos quadrinhos.

– Chester faz referência a Power Rangers e ao filme John Wick 3 – Parabellum (2019).

E então, você gostou do episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Nota do Episódio8.5
Review do sétimo episódio da sétima temporada de The Flash, da The CW, intitulado "Growing Pains".
8.5
Tags The Flash