Crítica: 8×13 de Chicago PD mostrou que Burgess é a melhor

Crítica Chicago PD 8x13

Burgess ganhou imenso destaque em Chicago PD

Chicago PD continua acertando ao explorar o mais íntimo de seus personagens. E, diante de uma história intensa que a temporada proporcionou a Kim Burgess, o mais complicado ainda não passou.

Continua após publicidade

No décimo terceiro episódio da oitava temporada, Trouble Dolls, Burgess precisou ir muito além do faro natural de detetive. Com isso, junto do caso que investigavam, ela precisou se preocupar com Makayla e o seu futuro.

Continua após a publicidade

Conciliando maternidade e trabalho

Quando a série trouxe essa proposta de Burgess se tornar mãe lá na temporada passada, muito me preocupou sobre como ela poderia conciliar tudo isso. A preocupação foi extremamente válida, ao vermos o destino trágico que sua gravidez encontrou.

Continua após publicidade

Então, depois de alguns altos e baixos com Ruzek, Makayla apareceu na história e talvez fosse mesmo o que Burgess precisava. Só que é preciso entender que a garota não foi uma filha adotiva que ela pegou para criar ainda bebê. Ou mesmo uma criança em uma situação normal.

Imagem: Divulgação.

Afinal, Burgess a conheceu enquanto sua mãe era assassinada pelo pai, em meio a uma briga de gangues intensa. Esse passado sanguinário de Makayla vai persegui-la para sempre e, dessa forma, cabe a Burgess amenizar a dor da garota com muito amor.

Continua após publicidade

Só que o trabalho de Burgess a coloca com essas mesmas situações sanguinárias semanalmente. E sem uma pessoa junto dela, mesmo que apenas de suporte, Makayla pode acabar sozinha, caso aconteça uma fatalidade.

Parceiro de vida

Makayla mostrou-se muito vulnerável neste episódio, e como o tópico acima apontou, ela realmente mostrou-se capaz de conciliar o trabalho com a maternidade. Ela precisou estar lá para Makayla, desde os problemas para dormir, até o surto na escola. Mas isso não atrapalhou em nenhum momento que Burgess ajudasse no grande caso da semana.

Aliás, foi tal caso que fez a personagem refletir sobre alguém que ela precisava escolher para ser o tutor de Makayla, na sua falta. A investigação atingiu em cheio uma organização criminosa em Chicago que pegava mulheres estrangeiras grávidas, realizava o parto e depois vendia os bebês para adoção.

Enquanto a investigação foi bem interessante, chegando a uma conclusão bastante satisfatória, entendemos que Burgess só tinha uma pessoa em mente. E essa pessoa era Ruzek.

Ruzek é seu parceiro de vida. Ela deixa isso bem claro para ele. Mesmo se eles estiverem sem se falar, ou se eles não estiverem juntos, ela sabe que se precisar de algo, ele estará lá. E vice-versa. Mesmo que ela tenha duvidado de sua índole há algumas semanas, o casal é sólido como uma rocha.

Crítica Chicago PD 8x13
Imagem: Divulgação.

Burgess não está junto de Ruzek, mas quando ele perguntou-lhe o motivo, ela explicou. Eles teriam uma família juntos. Eles são família. Então nada mais natural do que ela confiar Makayla com ele.

Como a situação romântica deles é complicada, ela não deverá deixar Ruzek se aproximar muito da garota – a não ser que eles fiquem juntos de vez. Mas acredito que só dela ter o suporte e apoio dele é um ponto muito positivo.

A melhor personagem

Opiniões são bem subjetivas e a minha é exatamente essa: entre todos os personagens, masculinos e femininos, Burgess é a minha favorita. E, para mim, a melhor!

Ela é bem objetiva nas investigações, atua nos casos muito bem, e sempre com muita integridade. E, no lado pessoal, ela tem esse grande coração, que a cena do teatro que Makayla fez para ela mostrou. Ou mesmo o momento em que ela senta do lado de fora da porta do quarto em que a garota se tranca, por pânico.

Burgess faz parte da essência da Chicago PD e, graças a personagens como ela, temos o prazer de assistir a essa série.

E então, você gostou do décimo terceiro episódio da oitava temporada de Chicago PD? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.