Crítica: 8×18 de Chicago Fire surpreendeu com morte de personagem

Critica Chicago Fire 8x18

O que fazer agora?

Ai, Chicago Fire, quando as coisas estavam começando ir bem para Sylvie Brett, você me vem e apronta uma dessas? Os fãs certamente ficaram devastados após o décimo oitavo episódio da oitava temporada, que apresentou uma surpreendente morte no final.

Continua após as recomendações

Talvez, se o público estivesse esperando… tudo bem. Mas não, aconteceu bem de repente. Acho que isso serve um pouco para simbolizar como as coisas funcionam na realidade. Em um minuto estamos bem e no outro podemos estar morto. Cada momento importa e a vida é um sopro.

Mas acho que, além de tudo, estamos nos perguntando como essa trama impactará a vida de Brett?

Continua após a publicidade

Morte em Chicago Fire

Brett havia se reconectado com sua mãe, e eu achei essa trama bem legal. Ter algum tipo de conexão em Chicago era importante para a paramédica, e mesmo tendo resistido conhecer sua mãe biológica no início, Brett soube abrir seu coração para a oportunidade. O problema? É que talvez ela tenha se entregado rápido demais.

Elas viraram amigas bem depressa, e confesso que suspeitava que algo daria errado. Na minha cabeça, a mulher poderia ser uma golpista, ou Scott – o marido dela, poderia aprontar alguma para cima de Brett. Mas a gravidez de risco passou um pouco despercebida e, após algumas fatalidades nesta temporada, não pensei que Chicago Fire fosse matar mais alguém. Pois bem, a série matou. A mãe biológica de Sylvie morreu após um parto prematuro e de risco. E foi assim, bem rápido. Em um instante ela estava ali, internada e conversando, no outro ela estava morta.

A cena de Brett descobrindo a notícia, junto de Matt, foi bem impactante. Mas emocionante mesmo foi vê-la segurando a irmãzinha no colo. Ai, Brett, por que você precisa sofrer? Pior de tudo será se Scott recusar da paramédica visitar o bebê, ou culpá-la de alguma forma. Lembrando que o rapaz foi nada receptivo com ela da primeira vez.

A única coisa boa dessa trama toda? Ver que Casey estava lá para ela como um grande ombro para ela chorar. Só falta eles ficarem juntos, mas algo me diz que isso poderá acontecer muito em breve.

Garotas em Chama

Outro destaque do episódio foi o projeto de Stella que quase afundou feito um Titanic. Se dependesse da Wendy, em si, o negócio não ia rolar. Mas de alguma forma, Stella conseguiu cativar uma garota que, através dela, mais candidatas apareceram. Aos 45 do segundo tempo!

Foi bem legal ver o projeto dando certo que, como disse na resenha anterior, precisava que desse certo. Embora a abordagem das garotas não estivessem ruim, algo não estava funcionando. Creio que seja o desinteresse desta geração, mas mesmo assim no final tudo deu certo.

Espero que o projeto seja mais mostrado na série e que uma das adolescentes tenha alguma ação ou história diretamente ligada no Batalhão. Pode vir algo interessante daí, não acham?

Severide bancando o investigador

Confesso que já estou um pouco cansado de ver Severide sempre bancando o policial em Chicago Fire, vocês não acham? Não sei, mas ele sempre quer estar ali investigando… É legal essas tramas, mas todas com Severide? Acho que poderia haver um revezamento, incluindo abrindo espaço para Casey ter esse tipo de abordagem dentro da série.

Ou então, que Chicago Fire mantivesse Severide dentro do escritório trabalhando estritamente nessas tramas de investigação. Isso porque, tal núcleo está sempre cruzando o caminho do 51 mesmo. Creio que presença de tela não iria faltar.

O episódio ainda teve uma trama bem engraçada com Casey e um caso antigo, tentando dar um humor leve para o episódio. Mas infelizmente, a morte da mãe biológica de Brett roubou mesmo o centro das atenções.

Eu acho que essa trama vai impactar e muito o comportamento de Sylvie e estou curioso para ver o que acontecerá.

E vocês, o que acham? Gostaram do episódio? Deixem nos comentários. Além disso, sigam a TAG de Chicago Fire, aqui no Mix de Séries, para saberem de todas as novidades em primeira mão. O décimo nono episódio será exibido em duas semanas nos Estados Unidos, então até lá!

Nota do Episódio9.5
Crítica do décimo oitavo episódio da oitava temporada de Chicago Fire, intitulado I'll Cover You, exibido nos Estados Unidos pela NBC.
9.5
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours