Crítica: 911 enrola público com tramas bobas nos episódios 4×06 e 4×07

Crítica 911 4x07

Série continua desinteressante

911, o que aconteceu com você? Confesso que estou bem decepcionado com essa temporada. Não sei se esse sentimento está acontecendo com vocês também, mas, ao assistir um episódio da série, confesso que tenho ficado com preguiça.

Continua após publicidade

Após uma história até interessante com o Buck, logo isso foi esquecido para dar espaço a tramas sem qualquer relevância para a série.

Continua após a publicidade

Tudo bem que 911 sempre foi um procedural, e sempre priorizou “casos da semana”. Mas ela nunca se importou em explorar um “background” dos personagens, dando tramas pessoais interessantes que lhe faziam voltar na semana seguinte. Porém, agora, tudo parece bem mais morno.

Continua após publicidade

Sexto episódio somente enrolou

O sexto episódio, por exemplo, foi um típico “enche linguiça”, porque literalmente nada aconteceu. Nesta história, a série explorou um dia em que o batalhão foi amaldiçoado, enfrentando vários problemas.

Claro que houve momentos engraçados e divertidos, mas que em nada acrescentou para a evolução dos personagens ou para a trama em geral.

Continua após publicidade

Até mesmo o fato do Eddie complicar a relação com a ex-professora do Christopher soou desinteressante.

Na trama da semana, tivemos um homem que fingia ser bombeiro, e essa parte foi intrigante. Talvez o melhor ponto de um episódio que, realmente, em nada acrescentou.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!
Imagem: Divulgação.

Sétimo episódio ressaltou outros problemas

Partindo para o sétimo episódio, 911 acabou trazendo a mãe de Hen – algo que ela não esperava. Gostei de ver essa parte da história da personagem na tela, mas confesso que preferia vê-la lidando mais com a faculdade de medicina. Afinal, essa foi a grande promessa da temporada passada.

Hen continua como uma paramédica no quartel e, francamente, é como se nada tivesse acontecendo com ela. Poxa, vamos explorar essa parte. Certamente renderia boas histórias.

Já Buck acabou se enfiando em um encontro que se tornou um completo fiasco. Confesso que achei que teríamos mais conflitos envolvidos com o seu passado, e até mesmo a retomada da relação dele com seus pais e Maddie. Mas 911 já virou a página e, mais uma vez, voltou ao básico com ele que é colocá-lo num conflito amoroso completamente bobo – e ainda envolvendo o irmão do Chimney.

Por último, neste episódio, ainda tivemos um caso em que Michael e Bobby investigam um caso, a partir de um telescópio da casa do ex de Athena. Os momentos foram engraçados, mas acabaram atrelando a uma investigação que colocou Athena atrás de um homem misterioso. Quem sabe uma história interessante nasça daí? Mas nem vou criar muitas expectativas!

911 está perdida

Infelizmente, para mim, a série está bem perdida. E falo isso comparando-a com 911: Lone Star, que está infinitamente mais interessante. A derivada soube trabalhar os conflitos, está evoluindo a história de todos os personagens e, de quebra, ainda está trazendo casos interessantíssimos.

Tudo o que não está acontecendo com a série original.

Poderia ser um desgaste do formato? Não sei. Mas quatro temporadas me parece muito pouco para que a série chegue a esse estágio assim.

O fato da pandemia também pode ter contribuído para uma queda de qualidade e limitação dos personagens, mas vou ficar na torcida para que a série se recupere logo. Afinal, 911 está no meu coração.

E você, o que está achando da temporada? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.