Crítica: 9×13 de Chicago Fire provou que Stella é a melhor personagem

Crítica Chicago Fire 9x13

Stella: a melhor de Chicago Fire!

Chicago Fire entregou tudo neste décimo terceiro episódio. E com uma trama envolvente, conseguiu provar que Stella Kidd é, sem dúvidas, a melhor personagem atualmente na série. 

Continua após publicidade

Diante de alguns conflitos que não se desenvolvem – incluindo o romance de Brett e Casey – a bombeira Kidd mostrou toda sua evolução neste episódio, estando pronta para se tornar tenente. 

Continua após a publicidade

“Não desligue”

O nome do episódio já apontava o principal destaque: “Não desligue”. Stella recebeu uma ligação no Batalhão, e quando ela ouviu era a voz de uma garota. Ela disse que precisava de ajuda, e que estava num lugar que não sabia onde era. 

Continua após publicidade

Ela tinha sido sequestrada por membros de uma gangue que o seu irmão se envolveu, e eles a acusaram dela deda-los. Por não saber onde estava, e por não querer envolver a polícia, a menina colocou Stella em uma situação inusitada.

A garota também revelou que tinha participado do “Girls on Fire” e por isso recorreu à Stella. E que Kidd era a única que tinha dito para ela, que a garota seria capaz de realizar tudo o que queria. 

Continua após publicidade
Imagem: Divulgação.

A melhor personagem

Acredito que tudo isso contribui para consolidar Stella como a melhor personagem de Chicago Fire, atualmente. Ela vem acreditando nessas garotas há um tempo, elaborou um grupo para elas se desenvolverem e acreditarem em si mesmo; e além disso, vem buscando subir na carreira. 

Stella sempre coloca o próximo em prioridade, mas ela também reconhece seu lugar. Sabe de sua importância e acredita e si mesmo.

Insegurança, mesmo que pequena, é normal. Todo mundo tem. E Stella se mostra um pouco insegura para fazer a prova de Tenente. Mas ao mesmo tempo, com a ajuda de Severide, ela tem certeza de que é capaz. 

A personagem, inclusive, provou isso pro público ao conduzir tão bem não só o resgate da garota pelo telefone, como também o resgate inicial com um homem preso em uma árvore após um acidente. 

Estou torcendo muito para que ela alcance seus objetivos, e que ela consiga subir sua patente. Só espero que ela não tenha de sair do 51, afinal, ela teria que disputar com o amado o cargo de Tenente. Ou será que haverá espaço para dois tenentes no nosso Batalhão favorito?

Brett e Casey… seguem no chove e não molha

Este episódio, mais uma vez, colocou Brett e Casey em um “chove não molha”. Tá ficando difícil, né? Casey percebeu que tinha algo errado com Brett, depois que ele descobriu estar bem. 

Foi então que, apertando-a, ela acabou soltando que Greg terminou com ela, após descobrir que ela desmarcou vários compromissos com ele, para estar ao lado de Casey.

O nosso Capitão foi até Greg tentar “solucionar” a situação, e pedir que Greg desse uma chance para Brett, porque ela gostava muito dele. Foi então que, educadamente, o bombeiro bonitão disparou para Casey que ele percebeu que Brett é realmente apaixonada por ele. 

Crítica Chicago Fire 9x13
Imagem: Divulgação.

Casey fez uma cara de desentendido, mas a verdade é que ele sabe. E Brett também sabe. Eles só não cansaram ainda de fingir que não existe isso. 

Mais uma vez, bato na tecla: não adianta, quando a gente ama alguém, não há nada que tire isso da nossa cabeça. Se eles se apaixonaram, precisam se permitir viver esse amor. Porque não aguentamos mais o desgaste desse vai e vem, sem nada acontecer.

Sinto por Greg, que é um personagem interessante, e que poderia acrescentar bastante para Brett. Mas ainda não deixei de torcer por Brett e Casey e cá estamos, mais uma vez, próximos de um fim de temporada – e ainda torcendo para que eles fiquem juntos. 

Que tal adiantar isso, roteiristas?

E então, o que você achou desse episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.