Crítica: A bizarrice toma conta do episódio 8×08 de AHS: Apocalypse

Imagem: FX/Divulgação

American Horror Story: Apocalypse apresenta um episódio bizarro, que beira ao ridículo e “queima cartucho” em sua reta final com acontecimento irrelevantes

Sempre em toda a temporada de American Horror Story temos episódios em que nada acontece. Por outro lado, dado a pouca quantidade de episódios nesse ano e ao alto nível em que a temporada estava agora, eu realmente achei que Apocalypse iria passar incólume. Entretanto, tudo não passou de um engano meu. Esse episódio chegou e foi logo o antepenúltimo da temporada.

Continua após publicidade

Qual o objetivo?

A finalidade foi de ganhar tempo, ou explicar coisas que não necessitavam de explicação. A série nos apresentou um episódio apático e que até para escrever sobre ele ficou difícil. Ainda que tenhamos avançado um pouco na história de Michael e nos tenha sido mostrado o “renascimento” de Mrs Mead… Isso era necessário? Qual o objetivo do show com tudo isso?

Surpreendentemente, a série utilizou um episódio inteiro, de uma temporada reduzida, para andar em círculos. É inacreditável! Não apenas por ser desnecessário, mas por sabermos que existem coisas mais importantes a serem mostradas e por pressentirmos que a finale será deveras corrida.

Continua após publicidade

Ainda falando sobre a Mrs. Mead, que explicação ridícula foi aquela que a série deu para explicar porque o Michael não pode trazê-la de volta? Segundo eles, a Cordélia, vejam bem, a Cordélia, personagem que a cada dia definha como Suprema que, como mostrado na série, foi superada pelo próprio Michael, selou a alma da Mead com um feitiço. Simples assim. Feitiço esse que nem o todo poderoso Michael pode quebrar… Faça-me o favor!

Constantemente, ficamos com a impressão que a série não consegue dosar ou limitar os poderes do Michael. Quando ele estava naquele laboratório ridículo sobre o qual eu nem quero tecer comentários. Vimos que em questão de segundos ele consegue incinerar uma pessoa. , se ele tinha esse poder e com a raiva que ele estava no momento, porque ele não matou a Cordélia?

Antologia?

Sinceramente, depois desse episódio intragável e com o pouco tempo que a série tem para resolver diversas questões, me questiono se Apocalypse será a primeira temporada não-antológica de AHS. Não seria de todo ruim que a nona temporada fosse uma continuação deste ano. Se bem que, com 10 episódios, eles me arrumam tempo para mostrar essas bizarrices, com 20 ia ser só Jesus na causa!

Continua após publicidade

Até a semana que vem! 🙂