Crítica: Arrow encerra a 6ª temporada fazendo grandes mudanças com “Life Sentence”

Imagem: The CW/Divulgação

Eu sou o Arqueiro Verde!

Arrow chegou ao fim de sua sexta temporada com aquela que pode ter sido uma das suas mais importantes season finales. A frase acima resume bem o porquê disso. Apesar da temporada em si não ter sido a melhor da série, esse final trouxe uma mudança significativa para Oliver Queen.

Desde que o título dessa finale foi divulgado, alguns acontecimentos já eram de se esperar. Quase a temporada toda temos acompanhado Oliver sofrer perante a justiça por sua vida como vigilante. Então, com o título divulgado, já prevíamos o resultado disso. Entretanto, era um final muito esperado. Oliver se revelando como Arqueiro Verde para o mundo e atrás das grades foi o início de uma grande mudança para o herói. Teremos um início de sétima temporada interessante. Foi um risco grande que a produção tomou que espero que saibam dar continuidade.

O elenco regular de Arrow também sofreu mais uma perda com a morte de Quentin Lance. O personagem sofreu muitos altos e baixos na série, mais baixos que altos, mas nas últimas duas temporadas parece que tinha se estabilizado. Nessa reta final da sexta temporada acredito que tenha se encaixado ainda melhor como prefeito. Teria sido interessante acompanhar os desdobramentos de sua vida como líder da cidade por mais tempo. Sua morte foi quase uma grande homenagem a Laurel Lance morta duas temporadas antes, já que ambos morreram praticamente da mesma forma. Por um momento eu achei que quem morreria seria Rene. Ainda mais que ele chega a se despedir de sua filha ao telefone. Ou ao menos que ele fosse deixar a série devido ao que passou e sua reconciliação com Oliver.

Com a morte de Quentin, não se sabe o que será da Sereia Negra. Ela pode muito bem se reconciliar com o mundo, como pode muito bem se tornar ainda pior. Ao que tudo indica, a segunda alternativa parece ser o rumo que ela tomará. Ainda mais se iniciar uma caçada a Ricardo Diaz como vingança.

Tivemos ainda uma rápida participação de Sara Lance para se despedir de seu amado pai. Gostei da cena de seu encontro com a Sereia Negra. Seria interessante acompanhar mais a interação entre as duas na próxima temporada, mas sabemos ser inviável já que Sara protagoniza Legends of Tomorrow.

Continua após a publicidade

Imagem: The CW/Divulgação

Ricardo Diaz se saiu muito melhor neste episódio que no anterior. Com a guerra entre sua gangue e o team Arrow/FBI, sua ações se tornaram mais condizentes com o que vinha sendo construído do personagem. Apesar de ter surgido de forma bem tímida e secundária no início na temporada, ele cresceu muito nos episódios mais recentes e se tornou um grande inimigo para o Arqueiro Verde. A “conclusão” de sua saga na série deixou um ótimo gancho para a próxima temporada. Ele não só saiu vivo de tudo o que aconteceu como se aliou aos Caçadores (Longbow Hunters, no original), prometidos como os grandes vilões da sétima temporada.

Essa sexta temporada, apesar de tudo, foi um bom ano para Arrow. Foi um ano de grandes riscos para a trama e seus personagens e que no final de tudo trouxe bons resultados e grandes mudanças para o futuro da série. A temporada fechou de forma grandiosa, com muita ação, pancadaria, despedidas e reconciliações, e ainda encaminhou a trama para o início da sétima temporada. Pois então que venham os Caçadores!

Previsões para a 7ª temporada:

– Oliver na prisão cercado de inimigos parece muito com a trama do filme para cinema que foi cancelado “Green Arrow: Escape from Super Max”. Na trama, o personagem é preso após ser acusado pela morte de um oficial de alto nível do governo. Na cadeia ele fica cercado de vilões que armam um plano para escapar da cadeia. Pode ser uma boa oportunidade da série reaproveitar a trama.

– O prometido retorno de Roy Harper pode acontecer por conta da prisão de Oliver. Talvez o personagem possa vestir o uniforme do Arqueiro Verde por um tempo enquanto Oliver não é solto.

– Ricardo Diaz pode se tornar um vilão corriqueiro como Slade Wilson e Malcolm Merlyn são e foram. Abrindo assim espaço para os Caçadores.

Continua após a publicidade

CURIOSIDADES:

– Este foi o último episódio de Arrow escrito por Marc Guggenheim e Wendy Mericle que deixaram de ser showrunners ao fim dessa sexta temporada.

– Este também foi o último episódio de Paul Blackthorne como membro do elenco regular da série.

– A morte de Quentin foi bem igual a de Laurel (Terra 1) na quarta temporada, episódio 18 “Eleven-Fifty-Nine”. Os dois Lances tiveram uma ferida mortal no abdômen e morreram no hospital depois de uma sincera conversa com Oliver.

– Quentin menciona a vez que ele interrogou Oliver no episódio 1×05 “Damaged“.

– Diaz e Laurel mencionam um para o outro o filme O Meu Melhor Companheiro (Old Yeller, 1957) nos momentos críticos finais.

Leia mais sobre Arrow no Mix de Séries

Confira tambémPacotes NET

Tags Arrow
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours