Crítica: Arrow foca em personagens femininas em 7×18 “Lost Canary”

Arrow está se aproximando do clímax de sua sétima temporada

Mas quando parecia que seu foco havia sido definido, quase um mês após um cansativo último hiato, a série volta com um episódio mais desligado a trama central. Como vem acontecendo nos últimos episódios, chegou a hora de nos despedirmos de mais uma personagem de seu elenco.

Desde o começo da série, Arrow apresentou um diverso leque de personagens femininas fortes. “Lost Canary” veio para homenagear esse incrível grupo, reunindo velhas e novas caras. Além de grandes referências, seja a um futuro grupo de Canários, ou mesmo das incríveis “Birds of Prey”, o episódio ainda foi uma homage a Katie Cassidy e suas personagens.

Girl Power

Apesar de tudo, o mote dessa reunião não foi tão bom quando poderia ter sido. Fazer Laurel vilã de novo, mesmo que por menos de um episódio, para depois fazê-la mudar de lado novamente foi um grande erro. Tornou toda a trama extremamente rasa. Uma pena já que essa talvez tenha sido a despedida da personagem em Arrow. Acredito que ela ainda possa voltar na última temporada para um desfecho. Mas talvez não voltemos a vê-la tão presente no team Arrow como vínhamos acompanhando.

Por outro lado, a personagem ao menos ganhou sua redenção, com direito a receber o uniforme e título de Canário Negro na Terra 2. Outro ótimo momento para a personagem foi sua aparição nos flashfowards, mesmo que rapidamente.

Como era de se esperar, a participação de Caity Lotz foi uma grande adição ao episódio. Suas cenas com Katie Cassidy trouxeram não só uma boa nostalgia, como um sentimento especial a esse reencontro. Já a Shadow Thief de Carmel Amit não mostrou garra o suficiente para carregar o peso de vilã do episódio. Muito menos uma boa conexão com a Laurel.

Reta final em Arrow

Lost Canary” acabou sendo decepcionante, mesmo que contenha alguns bons momentos aqui e ali. A escolha do episódio como retorno pós-hiato talvez não tenha sido uma boa ideia. Começo a achar que talvez o Nono Círculo seja apenas apresentado nesta temporada e ganhe destaque como antagonista da oitava e última temporada de Arrow. Se assim o for, que seja de forma grandiosa. Mas até lá, ainda é preciso fechar esta sétima temporada a altura. Ainda será possível?

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– Após Felicity, Laurel, Sara e Dinah escaparem da explosão, Felicity se refere às quatro como “Birds of Justice”, ao que Sara responde “algo assim”. Esta é uma referência a “Birds of Prey” (Aves de Rapina), grupo formado apenas por heroínas, geralmente tendo Canário Negro, Caçadora e Oráculo como membros.

– Nos quadrinhos, Shadow Thief é um nome usado por três vilões diferentes. Arrow se baseou na terceira e última, a Ladra das Sombras, dos Novos 52. Aviva Metula é uma ex-agente da Mossad que usa um uniforme chamado Shadow Skin que lhe dá poderes de intangibilidade, voo, metamorfose limitada e teletransporte.

Nota do Episódio6.5
Review do décimo oitavo episódio da sétima temporada de Arrow, da The CW, intitulado "Lost Canary"
6.5
Tags Arrow

Share this post

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.