Crítica: Big Little Lies retoma todo seu brilho no episódio 2×02

O segundo episódio da temporada de Big Little Lies trouxe vários desafios que parecem trazer problemas em breve

Big Little Lies esteve incrível. E em primeiro lugar, precisamos falar de Renata. Ela vê tudo que construiu ameaçado, graças ao Gordon. Laura Dern simplesmente deu um show de atuação nesse episódio, principalmente nas cenas dela gritando no carro e confrontando o marido na prisão. Vai ser interessante ver como a personagem vai lidar com a perda do dinheiro que alguns dias antes era tão palpável. Mas que esse foi o melhor episódio dela, sem dúvidas foi.

E Bonnie continua na sua luta contra as mentiras que a estão consumindo. Sua mãe foi chamada pelo Nathan e jogou toda a merda no ventilador. Bonnie está em um lugar muito delicado e não poder contar com o apoio de ninguém torna tudo pior. Nathan demonstrou sua fragilidade com medo de perdê-la e ela parece querer se abrir. Como ela mesma disse para Madeleine, “it’s gonna get us all“.

A mentira fica cada vez mais fraca e amarra as personagens de Big Little Lies umas às outras

Inclusive, quem foi pega na mentira foi Madeleine. Reese, em seu papel, se mostra tão presente e forte para todas as amigas, mas dessa vez quem precisa de ajuda é ela. Ed descobriu a traição e não aceitou que a esposa não tenha contado sobre Perry. A discussão deles foi dolorida de assistir, porque particularmente, gosto muito do casal. Acredito que Madeleine enfrentará grandes dificuldades daqui pra frente, entre Ed e Mary Louise.

Além disso tudo, tivemos o destaque de Celeste. A cena com a psicóloga foi fortíssima para nos fazer entender que ela ainda se culpa. Ao ver a melhor amiga em seu lugar, a revolta dela é absurda. O conflito da personagem é muito difícil de assistir. A ligação do amor à agressão e a forma como Celeste se culpa é triste. Isso porque o reflexo nos filhos é visível. Quando ela briga com o filho e fala “você não vai ser como ele”… Gente, sem condições! O que aquele homem fez com ela é o fim, o modo como ele a marcou para o resto da vida…

Mas parece que Perry não nasceu assim em vão, tendo em vista quem é sua mãe

Mary Louise parece ter chegado com força contra a nora. A forma como ela desacreditou de Celeste e jurou que seu filho não era aquilo foi absurda! Meryl consegue passar quem a personagem realmente é e deixar todo mundo com raiva. Infelizmente, a busca pela verdade está só começando e ela não vai desistir tão fácil. Ainda mais agora que sabe sobre a existência de Ziggy.

Embora não tivéssemos tido emoção suficiente ainda, Jane contou para Ziggy sobre Perry. Quando ela o corrigiu com a palavra “atacou”, meu coração ficou em pedacinhos. Acho importante que ela e Celeste se juntem na tentativa de mostrar que nenhum deles tem culpa ou deva odiar o outro. A cena deles se juntando foi linda e espero que  se repita. Não sei qual vai ser a reação do Ziggy e dos gêmeos lidando com isso nos próximos episódios, mas estou ansiosa para ver.

Nota: Jane falando que o cara era estranho, quando convidou ela pra sair foi tipo “??”.

Big Little Lies trouxe mais um episódio que brilha aos olhos do público. Atuações cada vez melhores, uma história mais cativante a cada semana e uma mistura de sentimentos conflitantes. Não tem jeito, vão ter que dar um Emmy pra cada uma delas!

Aqui em baixo confiram a promo do próximo episódio. Estou ansiosíssima, não sei vocês! Até!

 

Nota do Episódio10
Review do segundo episódio da segunda temporada de Big Little Lies, da HBO.
10

Share this post

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.