Crítica: Calmaria toma conta de The Resident com episódio 2×18

Os ânimos se acalmaram em The Resident

Parece que uma onda de calmaria pairou sobre The Resident. Após uma trama agitada com a QuoVadis, nossos médicos ganharam alguns momentos de “descanso”. Mas será que até quando isso vai? Em um episódio que tivemos retornos e surpresas, nosso drama médico fav mantém-se constante nesta segunda temporada.

Continua após as recomendações

Julian retorna

Eu imaginava que Julian estava viva. Aquela historinha do acidente nunca me desceu. Entretanto, achei péssima a condução dessa trama na série. Julian reapareceu, e a surpresa de todos foi muito superficial. Principalmente de Devon que achou que a moça estava morta. Ficou feio.

Além disso, qual foi o propósito de fazer uma “falsa morte”, um retorno “morno”, para então mandar a moça embora no mesmo episódio? No começo, foi até legal shippar ela e Devon, em um romance proibido. Mas poxa, o médico desfez o casamento, e agora vai ficar a ver navios? Não gostei mesmo.

Continua após a publicidade

Conrad e Alec trabalham juntos no mesmo caso

Um ponto alto deste episódio foi colocar Conrad e Alec para trabalharem juntos em um caso. Foi interessante ver como que a metodologia deles se diferem. E, no final das contas, eles só precisavam se comunicar melhor e dar uma chance para usar das técnicas do colega de trabalho.

Notei uma certa “competição” entre eles. E tudo fica mais interessante pra gente quando sabemos que Alec está desenvolvendo sentimentos por Nic. Toda essa trama vai dar confusão, na certa. Agora, me questiono se não seria o caso de Nic abrir o jogo para Conrad, dizendo que o médico com quem ela trabalha na clínica abriu seus sentimentos para ela. Seria isso uma cumplicidade de relacionamento? Ao mesmo tempo, creio que Nic não está retribuindo esses sentimentos para Alec, e ela está prezando continuar trabalhando com o rapaz, que vem lhe ajudando na clínica. Contar as coisas para Conrad iria piorar a situação.

O problema é que esses sentimentos de Alec devem crescer, e certamente será algo que vai atrapalhar a relação dos colegas de trabalho. Eu até gosto do médico novato, mas neste game eu sou Team Conrad até o fim. Abre o olho, residente.

Conrad se conecta com seu pai

Achei ótimo termos um momento dedicado a relação de Conrad com seu pai. Essa relação evoluiu muito desde que o papai Hawkins chegou ao Chastain, sendo no início bem ríspida. Agora, há um respeito mútuo, e Conrad reconhece que precisa passar mais tempo com seu pai.

O porém, é que o patriarca resolveu ir embora, trabalhar em outros ares após todo os problemas com a QuoVadis. E isso deverá levar Conrad para fora da cidade por um tempo. Será que vai ser o momento perfeito para Alec dar o bote e tentar conquistar Nic?

Ah, e falando nesse tipo de relação, o pai de Nic resolveu aparecer. Ele esteve envolvido na trama da recuperação da irmã da enfermeira neste episódio, mas o que deu a entender é que ele voltou por puro interesse. Ele até tentou vender uma pesquisa para o Chastain, mas sem sucesso. Porém, foi legal ver que a enfermeira está disposta a dar uma chance para o pai que parecia ser distante. Será que veremos complicações por aí?

Mina e o pedido de casamento

Achei essa trama bem boba. Mina levou séculos para responder… na verdade, bastantes episódios. Desnecessário fazer o Mica esperar. Logo ele, um rapaz tão bacana.

Foi bem feito para Mina, enrolar, enrolar, enrolar, e depois de um tempo dizer sim… para então o rapaz terminar com ela. Mas acho que gostei mesmo disso ter acontecido, por ter aberto caminho para AJ. Será que agora esse romance vai rolar?

Faltam quatro episódios para o fim da temporada, que está sendo bem gostosa de assistir. E vocês, estão gostando dos rumos da história de The Resident?

 

Nota do Episódio8.6
Crítica do episódio 2x18 de The Resident, "Emergency Contact".
8.6