Crítica: Chicago Fire apresenta resistência do batalhão no episódio 7×05

Imagem: NBC/Divulgação
Imagem: NBC/Divulgação

Em mais uma semana de Chicago Fire, o episódio focou na briga de Boden com o comissário

E o pessoal estava afrontoso naquele batalhão. Da mesma forma, conhecemos um possível interesse amoroso para Matt Casey.

Continua após publicidade

Primeiro ressalto que a briga entre a Stella e o Kelly foi a coisa mais sem cabeça. Porém, ela se declarando foi fofa. O casal que não tinha química nenhuma se transformou na única coisa que ainda podemos nos apegar. Kidd se preocupou com o namorado se magoando de novo com o pai e soltou até um “te amo”. Parece que o amigo já foi embora.

Continua após a publicidade

Além disso, Boden se mostrou o comandante que é e decidiu que não vai abaixar a cabeça para o Gorsch. Eu juro, não aguento mais esse embuste com tanto tempo de tela. Wallace tentou resolver de uma forma melhor com o Grissom, mas parece que não vai rolar de acordo com o Benny. Engraçado como tem personagens que não conseguimos gostar, papai Severide é um exemplo ótimo.

Continua após publicidade

Então, no meio de tudo isso, Casey parece ter conhecido um novo alguém. Preciso dizer que é um movimento precipitado, ainda mais, por não sabermos se ele e Gabby se divorciaram, nem nada. A repórter era bem motivada com a história dos trailers que explodiam, mas me pareceu uma coisa forçada aquele clima todo entre os dois.

Infelizmente, Chicago Fire tem uma história de precipitar relacionamentos

Imagem: NBC/Divulgação

E falando em relacionamento, Foster foi declarada bi e a Sylvie ficou chocada. A cena do hospital foi engraçada, mas me deixou com a dúvida: será que algo vai acontecer entre elas? Aquele final foi suspeito.

Continua após publicidade

Claro que a melhor parte do episódio foi a busca pelo crítico do Yelp que detonou o Molly’s. Gente, os bombeiros procurando pelo cara quando, na verdade, ele estava literalmente na frente deles. O cliente assíduo que detonou o bar para garantir seu lugar foi o melhor e o Herrmann que ainda deu razão para ele, mesmo diminuindo a dose. Eu amo esse homem.

Por fim, seguimos ansiosos pela atuação de Benny para acabar com essa história que já deu e para dar tchau ao Gorsch. Mas algo me diz que essa história ainda vai mais um pouco, será? Só espero que eles não esqueçam da essência de Chicago Fire.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Nota: Ainda não entendi a briga da Stella e do Kelly.

Nota 2: Será que essa repórter vai merecer nosso capitão? Saudades #Dawsey </3

E vocês, o que acharam do episódio? Aproveitem para conferir a promo do episódio dessa semana, que anuncia um momento decisivo no batalhão. Nos encontramos na próxima review, até!