Crítica: Chicago Fire mostra imaturidade de personagens nos episódios 7×11 e 7×12

Os dois últimos episódios de Chicago Fire nos mostraram uma coisa, que os personagens precisam amadurecer e rápido!

Em You Choose, de Chicago Fire, Severide retomou ao seu posto das primeiras temporadas. O plot do barco foi totalmente sem sentido, sério, a gente precisa se esforçar muito pra ver algum sentido naquilo. O menino me deu dó, mas precisamos pensar pelo lado de não ter muito sentido ele botar fogo na casa por alguns dias com o Kelly. O pai era um escroto, isso não podemos discutir.

A Stella, sinceramente, eu larguei. A personagem terminou o namoro e ficou com aquela cara, ninguém merece. A única coisa que prestou foi ela treinando a Tuesday que deu um show na competição, dessa forma meu coração não aguenta.

Brett super fofa procurando casas com o capelão, já quero esse casal pra ontem. Em compensação, ela e Casey não fariam um casal ruim não. Contudo, Emily deu uma a la Gabby e xingou o médico que atendia a motorista do ônibus. No fim, levou uma cantada, pena que o negócio entornou antes de começar.

Por incrível que pareça, os bombeiros tem uma dificuldade de fazer relacionamentos darem certo

Em Make This Right, Emily decidiu que não queria nada e parece que o Dr. Shaw não aceitou muito bem. Será que ele vai virar um stalker? Essa série só tem homem que não vale nada, eu hein.

Continua após a publicidade

Casey sempre parece estar com um pé em alguma investigação e dessa vez levou Severide. Os bombeiros foram atrás do que realmente aconteceu com o motoqueiro e não é que fiquei chocada com a história do policial. Como pode alguém fazer uma coisa assim? E ainda fingiu que não sabia de nada.

Ainda bem que nossos bombeiros não decepcionam. Aliás, gosto demais da amizade de Matt e Kelly, mas sinto que voltaremos ao tempo de conquistas para os dois. Entretanto, não sei se será bom ou ruim.

E por fim, Otis, que já passou da hora de amadurecer. Não é possível que ninguém fale o quanto o cara é chato, gente. Afinal, o Mouch está lá a tanto tempo, não é justo fazer isso. Fiquei puta, não vou negar.

Nota: Tanta gente fazendo hora extra nessa série, perdi até a conta.

Nota2: Mas ainda bem que a gente tem a Silvye, só ela pra salvar.

E vocês, como estão levando a série? Gostando dos episódios ou não? Acham que está faltando algo? Me contem e nos vemos na próxima semana, até lá!

Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours