Crítica: Chicago Fire traz dificuldades para os personagens no 7×07 e 7×08

Imagem: NBC/Reprodução

Nos últimos dois episódios, Severide foi o destaque de Chicago Fire

Entre a morte de Benny e a quase passagem dele pra uma melhor, em Chicago Fire, o bombeiro retornou aos seus hábitos ruins. A morte do Benny foi muito significante, ainda mais pelo momento ruim entre os dois. Deu pra ver que o Kelly sofreu um baque e tanto, mas se manteve firme pra organizar o enterro.

O que sempre se destaca na série é a família que o batalhão se tornou. Todos se dispuseram a ajudar para que a homenagem ao Benny fosse linda e foi. Boden cobrou uns favores e conseguiu fazer todos chorarem com sucesso. Essas homenagens feitas sempre são especiais e conseguiram salvar um episódio que foi parado.

A história da Brett e da menina que dirigia olhando para o celular foi arrastada, mesmo com a interação com o capelão.

Continua após a publicidade

Só que o que já esperávamos aconteceu em “The Solution to Everything“, Severide se fechou e quem acabou sofrendo com isso foi a Stella

O começo já foi difícil com o desabamento no incêndio. Kelly ficou preso muito tempo e todo mundo achou que dessa vez não ia dar pra escapar. Mas Cruz, que eu nunca critiquei, arrasou no salvamento e mostrou a razão de estar no esquadrão. Infelizmente, Kidd não soube lidar com a situação e bateu de frente com Casey, que não gostou nada da insubordinação.

Imagem: NBC/Reprodução

Como Severide não queria o apoio da namorada, acabou encontrando na Foster alguém que o entendeu naquele momento. Não sabemos se ele queia só conversar ou se estava procurando voltar às raízes. Mas Emily pulou fora, ainda mais depois da grosseria desnecessária que ela teve que aguentar. Deus me defenda de alguém ciumento igual a Stella.

Com esse clima pesado, o que deixou tudo mais leve foi a busca pelo calendário do Boden, que arrasou no tanquinho chamuscado. A Brett bêbada também foi um ponto alto, estava torcendo tanto pra ela com o Casey, mas parece que não vai ser dessa vez.

Matt já se divorciou e decidiu colocar seu dedo podre em ação novamente

Naomi voltou para procurá-lo, mas ao que tudo indica, a repórter adora um problema. Lembra alguém? E, provavelmente, ela vai arrastar nosso capitão para essa encrenca. Essas cenas de alguém no carro olhando são péssimas!

Nota: Chloe e Cruz são fofos juntos, espero ver mais dela.

Nota 2: O Otis ainda está com a Katie, nem lembrava mais da menina.

Nota 3: A Stella me representa achando que o cachorro é solução pra tudo.

Nota 4: Será que o Kelly ficou no desabamento sem perceber ou estava tentando se juntar ao pai?

Enfim, parece que vamos ver alguns problemas no relacionamento dos dois. Ainda dá para correr enquanto é tempo, Stella!

E vocês, o que acharam dos episódios? Acham que o Kelly vai voltar a ser aquele de antigamente? O próximo episódio é só no dia 05 de dezembro, mas com essa promo, já estou roendo as unhas. Nos vemos na próxima review, até lá!

Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours