Crítica: Com retorno agridoce, episódio 5×01 de The Originals marca o início do fim

Imagem: CW/Divulgação

“I do like ‘Klaus, the Mad’. Spread the word”

Finalmente! Depois do que pareceram anos, estamos mais uma vez na rota das aventuras dos nossos Originais favoritos. E mesmo que essa seja a última vez, mesmo que esse seja o nosso último mergulho no universo que começou há tanto tempo com aventuras em Mystic Falls que, na época, nem pareciam ir tão longe – mas acabaram por nos conquistar – chegamos para o que parece que será uma viagem e tanto.

Desde os primeiros momentos do episódio, quando o time jump de sete anos já é fixado como fator definitivo, “Where You Left Your Heart”, primeiro episódio da temporada final de The Originals já nos ganha ao mostrar o nosso amado Klaus Mikaelson nos lembrando quem ele era quando o conhecemos: insano.

Infelizmente, nem tudo do episódio são pontos altos. Hope não ter sido esclarecida ou simplesmente não entender como tudo o que a privou de Klaus aconteceu de certa forma deixa a trama mais verossímil, mas menos agradável. E, embora seja maravilhoso ver a “aliança” entre humanos, bruxas, lobisomens e vampiros manter New Orleans inteira, Josh continua a ser algo que incomoda.

Continua após a publicidade

Continua depois da publicidade

Entretanto, antes que esses pequenos detalhes possam realmente dar um gosto amargo a esse maravilhoso retorno, temos algo que foi anunciado na temporada passada e se concretizou agora: uma nova parceria entre Klaus e Elijah. Sem “Always and forever”, sem todo o ciclo de matança e ódio, só algo mais incomum, arrependimentos, sofrimentos, tudo isso combinado numa única receita. E embora essa receita vá deixar certas dúvidas no ar – dois deles juntos são poder suficiente para que o Mal inominável se fortaleça? – foi muito bom vê-los juntos.

Essas não foram as únicas deliciosas surpresas. Vimos Kol dar uma péssima ideia a Hope e ela seguir a péssima ideia, o que só foi superado pelo aparecimento de Caroline.

Enquanto Hayley mostrava que esses sete anos de paz fizeram dela uma líder – talvez não a melhor, mas uma líder mesmo assim – talvez até mais Mikaelson do que ela gostaria de admitir, vimos Caroline fazer o impensável da melhor maneira possível.

Mas agora, que mais uma vez catástrofe toma forma e novos desenrolares surgiram em New Orleans, me pergunto quais outras surpresas os nossos queridos Originais terão que enfrentar nessa jornada até a Series Finale.

Acho que teremos que ficar e descobrir. See ya!

Richard Gonçalves

Richard Gonçalves

Estudante de Letras, apaixonado por quadrinhos, música e cinema. Viciado em séries desde sempre. Fã de carteirinha de Doctor Who, House, Battlestar Galactica, Sherlock, 24 Horas, The Borgias, Penny Dreadful, E.R. e Lost. Aqui no Mix de Séries é editor de reviews, além de escrever as reviews de Marvel's Jessica Jones, Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. e The Originals.

No comments

Add yours