Crítica: Crise pessoal dos médicos se destaca no 2×13 de The Resident

Imagem: FOX/Divulgação

Alerta de crise em The Resident

Virtually Impossible“, o décimo terceiro episódio da segunda temporada de The Resident, foi incrível. E por infinitas razões.

Sem ficar com dezenas de casos médicos divididos entre os profissionais, tivemos um episódio que aprofundou ainda mais o pessoal dos nossos protagonistas. E, ainda, avançamos em algumas tramas que prometem ficar ainda mais interessantes.

Bell – Vilão ou Anti-Herói?

Eu confesso que ainda não consegui entender qual é a do Dr. Bell. Ora ele faz coisas erradas, ora ele defende o certo. Nesse episódio, em específico, ele brilhou. Pela nossa perspectiva, ele tomou todas as decisões corretas, mostrando uma boa evolução.

Destaco aqui sua função no transplante triplo de órgãos, que foi o principal caso do episódio. Achei demais essa proposta. Era algo raro, que podia dar muito errado, mas mesmo dando errado seria um avanço para medicina. Entretanto, os médicos estavam muito preocupados com a saúde da paciente e era questão de honra salvá-la.

Creio que a participação em conjunta de AJ, Mina, Bell, além da intervenção de outros médicos como Conrad, foi um combo e tanto. Me emocionei muito com a conclusão, o sacrifício que os pais fizeram ao doar parte de seus órgãos para a filha, e o estado da mãe após a cirurgia. Foi o verdadeiro simbolismo do amor de pais!

Além disso, enquanto se envolvia com esse caso complicadíssimo, Bell lidava com outro problema: a QuoVadis. Ele constatou que o problema nas válvulas estava com pacientes jovens, uma vez que elas estavam se estilhaçando dentro do corpo dos transplantados. Ele, prontamente, finalizou a parceria com a empresa. Claro, eu creio que ele não fez isso pensando no próximo, mas, sim, na imagem que poderá ser atribuída a ele, uma vez que seu nome publicamente estava ligada ao capital de Gordon Page. Mas mesmo assim, Bell fez o certo e agora ele terá de lidar com as consequências.

Enquanto isso, Devon começa a investigar o sumiço de Julian

Finalmente, Devon começou a procurar Julian. Demorou, hein? Como assim, ele não tinha constatado seu sumiço repentino? Como que ele não foi na casa dela antes? Achei um pouco de furo dos roteiristas fazerem dessa forma. Porém, agora a história está andando.

O carro de Julian foi achado no rio, e presume-se que ela tenha morrido. Mas o corpo dela não foi encontrado. Devon, assim, começa uma “investigação” por conta própria, e está disposto a descobrir a verdade. Quem sabe, assim, desmascarar a QuoVadis e ligar essa tentativa de assassinato a eles.

Mas vendo que eles não estão para brincadeira, Bell que se cuide, pois ele pode se tornar a próxima vítima!

A irmã de Nic começa a se tornar uma pedra no sapato dela… e dos espectadores também!

Estou começado a achar chatíssima essa trama da irmã de Nic. Essas recaídas, vai e volta com o vício em ópio. E o pior disso tudo é que a trama está tornando Nic uma personagem chata também. Agora ela perdeu a paciência e expulsou a irmã de casa. Sem dúvidas, isso vai dar um problemão daqueles.

Para completar, Nic e Conrad ainda não estão na mesma página. E mesmo eles tendo aparecido juntos no final, tentando ajudar Devon, eu creio que a relação deles está longe de ficar estável.

Estou gostando muito destes episódios de The Resident. E tivemos mais um episódio consistente desta incrível segunda temporada.

Até a próxima!

 

Virtually Impossible

Nota do episódio - 10

10

Crítica do episódio 2x13 de The Resident, Virtually Impossible.

User Rating: Be the first one !

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.