Crítica: Descoberta em Lucifer faz o 3×20 ser o melhor episódio da temporada

Imagem: SpoilerTV/ FOX/ Divulgação

Depois de uma temporada inconstante, Lucifer fez jus a sua fama e nos apresentou o melhor episódio em muito tempo.

Com a exibição de The Angel of San Bernardino, tive todos os tipos de sentimentos mas maior do que qualquer um, foi o de orgulho. A série que estava perdida e negligenciando vários fatores, deu a volta por cima e surpreendeu muito nessa semana.

As cenas do nosso protagonista foram hilárias e a referência a Bones deu aquele gostinho de nostalgia. Mas mais do que isso, o episódio nos lembrou quem Lucifer é de verdade e quem mexe com o coração dele.

Continua após a publicidade

Antes de falarmos do triângulo amoroso, Charlotte também teve espaço no episódio. Após conhecer dois anjos, a advogada achou que sua passagem para o céu era garantida, coitada. Amenadiel que explicou a realidade pra ela entendeu como a divindade muda os humanos, por esse motivo deve ficar em segredo.

Agora, sobre Chloe e Pierce, Gente, que ranço eu peguei dele, meu deus. Ainda bem que eu não posso escrever palavras de baixo calão aqui, deus me livre. O tenente tinha só um objetivo: fazer a detetive se apaixonar por ele. E Chloe, mais do que depressa, caiu nas garras dele.

E Lucifer que já estava incomodado com isso, começou a ter problemas. Afinal, no caso da semana, a sobrevivente jurava ter visto um anjo, que claro, Luci deduziu que era ele. O que nos rendeu uma série de cenas hilárias, ele tentou ficar acordado por uma semana inteira e acabou como nós, reles mortais, maratonando nossa série. Por essas e outras, não é difícil entender a razão dele ter sido escolhido como protagonista.

E então meus amigos, chegamos ao ápice desse episódio. Maze e Pierce, a dupla mais odiada do ano, colocou seu plano em ação. Enquanto Pierce iludia Chloe, Maze tomava o tempo de Lucifer fingindo que se importava e meu deus, o que fizeram com a Maze? Ela se sentiu traída e agora vai trair quem sempre esteve do seu lado? É claro que Luci ia perceber, afinal, quando na vida Maze se preocupou com os sentimentos de alguém?

E enquanto isso, Pierce teve misericórdia de Chloe e terminou com ela, destruindo o coração da nossa detetive. E não podia ser diferente, Lucifer foi atrás dele e estava preparado para matar em teoria o tenente, porém, a marca sumiu. Caim voltou a ser mortal!

Nota: A Charlotte xingando todo mundo menos a Ella foi ótima.

Nota 2: Maze foi só decepção nesse episódio, o que fizeram com a nossa demônia?

Nota 3: Tomara que esse Pierce morra de vez agora! Não aguento mais!

Nota 4: Vamos lembrar que a Chloe foi um milagre, então, por isso é possível ela ter esse poder sobre Pierce.

Com o final da temporada chegando, nós só temos três pedidos: a morte do Caim, a volta da Maze e que Chloe descubra a verdade. Será pedir demais?

E parece, que teremos uma disputa pelo coração da detetive no próximo episódio. Confiram a promo e nos encontramos na próxima review, até lá!

Tags Lucifer
Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours