Crítica: drama de casais no 4×05 de Young Sheldon

Imagem: CBS/Divulgação.

Young Sheldon e o drama dos casais

O quinto episódio da quarta temporada de Young Sheldon teve como foco os relacionamentos entre Mary e George, Connie e Dale e George Jr e Jana.

Continua após publicidade

Mary e George

Ainda que o casal não seja o casal perfeito, foi bem legal ver um episódio onde os dois se distanciaram um pouco do papel de pai e mãe.

Continua após a publicidade

Mesmo com tantos anos juntos, o casal ainda encontra dificuldade para se comunicar. Os dois representam bem o casal tradicional (e antiquado), onde a mulher fica em casa para cuidar dos filhos e o homem sai todo dia para trabalhar. E com isso, os dois quase nunca encontram tempo para curtir um ao outro ou mesmo elogiar e agradecer pelo que cada um tem feito pela família.

Continua após publicidade

A parte paterna de George vem ganhando um destaque maior desde a terceira temporada, com vários episódios dedicados aos seus relacionamentos com seus três filhos. E se, mesmo com seu jeito brucutu ele consegue se esforçar para estar mais presente na vida de Sheldon, Missy e Georgie, não custa nada ele se dedicar um pouco mais na melhoria de seu casamento.

Connie e Dale

Parece que finalmente o relacionamento entre Connie e Dale está chegando a um fim. Desde que a matriarca não aceitou o pedido de casamento no final da temporada passada, as coisas entre eles só foram piorando.

Continua após publicidade

Como bem lembrou nesse episódio, Connie não quer mais um relacionamento padrão igual ao que tinha em seu tempo de casada. E, mesmo que ela estivesse feliz ao lado de Dale, a ideia de estar novamente casada com alguém parece assustadora para a personagem. De maneira alguma ela quer trocar a liberdade que vem tendo.

Georgie e Jana

Um outro casal que se viu em situação complicada foi Georgie e Jana. Mas, ainda que a situação fosse dramática, essa parte do episódio foi uma das mais divertidas.

Georgie imaginando como seria sua vida como pai foi o grande momento do episódio. A cena onde ele recusa o convite para ser o novo guitarrista do Guns ‘N Roses já entra no hall das melhores cenas da temporada. O personagem é, sem dúvida, o que mais cresceu durante a série. E o ator Montana Jordan vem mostrando todo seu potencial cômico ao longo dessas quatro temporadas.

Pra encerrar, gostaria de destacar outro ponto legal do episódio: o RPG. Ainda que a ideia parecesse absurda no começo, a partida de Dungeons & Dragon envolvendo Sheldon, Missy, Connie e Dale foi bem legal e divertida de assistir. Missy desejando virar uma princesa tartaruga ninja do poder foi sensacional.

Continue acompanhando as reviews e notícias de Young Sheldon aqui no Mix de Séries. Assista o promo do próximo episódio: