Crítica: Episódio 14×19 de Supernatural mostra mais do mesmo

Imagem: CW/Divulgação

O Jack continua o mesmo chato de sempre em Supernatural

É impressionante, pois sempre que eu penso que ele vai se desenvolver e se tornar um bom personagem em Supernatural, parece que os roteiristas decidem que não vai ser bem assim. E parece que eles ainda não perceberam que a série está acabando e que não há mais tempo, nem necessidade, de protelar tanto os acontecimentos.

Continua após publicidade

Este último capítulo me mostrou que os roteiristas ainda estão muito presos em personagens que já nem deveriam estar mais na série (como o Bob). Enquanto outros, simplesmente sumiram (como Ketch e Kaia).

Continua após a publicidade

O que explica o fato do Bob ainda estar na série e ter aparecido nesse episódio? E ele apareceu jogando um machado na cabeça de um dos monstros que ele e Mary haviam caçado. Mas que havia conseguido escapar e apareceu, junto com outros caçadores, na última despedida da mãe de Sam e Dean. E o pior: da mesma forma inconsistente como ele apareceu, Bob desapareceu, falando que iria procurar por Jack.

Continua após publicidade

Dean decidiu e convenceu Sam de que o melhor caminho para conter Jack era trancá-lo na caixa que o próprio Dean construiu para se aprisionar, junto com Miguel. Enquanto isso, Dumah encontrou Jack e o convenceu a fabricar anjos. E o Jack, simplesmente, entrou em uma igreja e perguntou se os fieis gostariam de ser tornarem anjos e levou todos para o Céu. Humanos vivos entram no Céu?

Jack fica preso na caixa que era para Miguel

Esse fato da Dumah ter apresentado uma ideia ao Jack e ele ter aceito me fez pensar em como ele está perdido na história. E como isso é revoltante nessa altura do campeonato! Qualquer um consegue influenciá-lo. Até quando vai ser assim?

Continua após publicidade

Somente nesse episódio vimos que a Dumah o influenciou, Sam e Dean e, por fim, Lúcifer. Depois de ter entrado na caixa, Jack recebe a visita de Lúcifer, que o incentivou a sair da caixa. Nessa parte em que ele ficou preso, me deu pena e o vi mais como uma criança mesmo, apesar de todo o seu poder.

O episódio terminou com  ele solto, em um cenário vermelho, com os olhos acesos. Fiquei bem decepcionada com esse episódio. E não sei se a tentativa dos roteiristas de deixar um gancho emocionante para o último capítulo surtiu grande efeito. Pois eles fazem uma coisa boa e eles mesmos se sabotam.

Vocês concordam ou não?