Crítica: Episódio 1×05 de Station 19 traz uma visita inesperada aos bombeiros

Imagem: ABC/Divulgação

Continua após as recomendações

E lá vamos nós de novo…

Cinco episódios já se passaram e nada da Andy Herrera se mostrar aquela protagonista digna de aplausos. Pelo contrário, a cada semana, ela vai ganhando o título da protagonista mais mala sem alça do momento. Eu estou aqui tentando achar um jeito de gostar dela, mas Andy não colabora. E nesse episódio, minha raiva por ela só aumentou.

Continua após a publicidade

Ela e Jack contando aos colegas sobre seu relacionamento me deixou com muitos pontinhos de interrogação, pois  eu achava que a maioria já sabia disso. Parece que me enganei. Entretanto, o que me deixou mais revoltada, foi a forma imatura como Andy agiu quando seus colegas e subordinados “engoliram” a nova informação. É por essas atitudes que Andy vem caindo muito em meu conceito!

Para uma bombeira que está tentando ser a nova capitã e quer liderar um batalhão, Andy mais parece uma boneca de papel que fica boando quando tem que tomar certas decisões. Sem contar o quanto me irrita todo esse mi mi mi sem fim entre ela e os boys magias. De um lado temos o bombeirão sexy e ex namorado Jack; do outro, e o policial gato e melhor amigo de infância, Ryan.

Vou ser sincera, por mim, ela ficava sozinha e ia para uma ilha deserta e deixava o Jack para mim (sim, estou me apaixonando por esse bombeiro bad boy que tem mais atitude que a sonsa da Hererra) e dava o Ryan para a Maya (casal que comecei a shippar desde o episódio passado). #GabySincera

Miranda Bailey roubando a cena!

Enquanto Andy agia como uma criancinha perdida na Fantástica Fábrica de Chocolate, minha diva Miranda Bailey decidiu fazer uma visitinha básica para seu maridão, Ben Warren e apareceu de surpresa no batalhão. Eu juro que fiquei de boca aberta e tive que aplaudir a participação ousada da Bailey em Station 19. Não me levem a mal, mas o seriado começou com dois episódio muito tensos e foi decaindo muito. E precisávamos de um boom para não cair na mesmice e ser cancelado antes do tempo.

Já sabemos que a protagonista não cola e trazer Bailey, mesmo que para uma participação especial, foi essencial para que esse quinto episódio pudesse recuperar o ritmo. Sim, eu chorei e me emocionei com todas as cenas da Baley. E tenho que confessar: amei saber que ela, finalmente, entendeu que o maridão não é um cirurgião. Mesmo que Ben ainda esteja preso aos ensinamentos do Grey Sloan Memorial Hospital, acredito que ele vai ser um ótimo bombeiro.

Bailey, também, foi visitar o papai Herrera e isso me fez perceber que, em breve, ele poderá partir. Talvez a partida dele seja algo positivo no seriado, pois poderá deixar Andy caminhar com as próprias pernas. Enquanto isso, serei obrigada a aturar seus comportamentos imaturos e suas caretas engraçadas.

Station 19 poderia ser melhor?

O fato é que Station 19 está demorando para engrenar e isso me preocupa muito, pois em apenas cinco episódios mais se falou na confusão de sentimentos de Andy do que outra coisa. O que era para ser um spin-off de Grey’s Anatomy relacionado ao dia a dia dos bombeiros, tornou-se um seriado sobre as confusões emocionais de Andy Herrera. Sem comentar sobre o triângulo amoroso mais sem noção da TV!

Tirando isso, o que mais eu curti do episódio foi ver o quanto é difícil para os bombeiros trabalharem quando um líder não está bem. É por essas e tantas que não consigo ver Andy como capitã do batalhão e realmente foi de cortar o coração quando vi a decepção dos bombeiros em não conseguir salvar aquele rapaz. Se eu chorei? Eu solucei, porém, eu entendo que nem tudo é um conto de fadas e que precisamos mostrar os dois lados da vida sempre. Nem sempre dá para ser um herói e foi isso o que o episódio nos ensinou.

Tags Station 19
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours