Crítica: Episódio 3×04 de Shadowhunters antecede problemas

Imagem: Freeform/Divulgação

Continua após as recomendações

O episódio, ainda que mais calmo, aparenta problemas para Shadowhunters.

De forma geral, muita coisa aconteceu nesse episódio. Algumas me agradaram e outras nem tanto. Mas ainda assim, tenho que relembrar como as atuações estão melhores nessa temporada.

E Lilith mostrou que não veio brincar. A demônia está decidida a trazer o filho de volta, não importa quem ela tenha que tirar do caminho pra isso. A atuação da Anna Hopkins está cada vez melhor e olha que já começou maravilhosa.

Continua após a publicidade

Clary, que era o alvo dela sem saber, foi tentar achar a cura para Jace. Achei toda aquela cena meio estranha, não vou mentir. Tem tanta coisa que podia ser feita e a heroína fica lá parada? Assim não dá pra levar a sério. E o Ithuriel coitado, acabou sendo vitima também. Foi uma morte brutal!

Enquanto isso, Jace trabalhou junto com Simon. A dupla me agradou e confesso, não gosto muito do tal Kyle. No fim das contas, ele veio para cuidar do Simon, mas infelizmente esse pessoal tem o péssimo hábito de mentir.

Para os irmãos Lightwood, as coisas não foram muito melhores.

Izzy que aceitou sair com o médico, acabou lutando com demônios de vestido. É impressionante como ela consegue ter presença na cena, desde o início. Izzy tinha que ser desenvolvida sozinha, para que depois pudesse ter qualquer relação com um cara. Mas confesso que gostei do tal médico.

Imagem: Frreform/Divulgação

Enquanto um relacionamento nasceu, outro encontrou um abismo. Alec achou uma caixa com lembranças de ex-amores de Magnus e a gente sabe onde isso termina né. A imortalidade de Magnus é algo presente ali, que não dá pra ser ignorada. Alec não foi muito fácil de lidar também, mas gente, eu tô muito triste com essa situação toda. Nós sabemos que eles sempre vão ter esse pé atrás, principalmente Alec que morrerá um dia.

Nota: Será que aquele shadowhunter tava dando em cima do Alec? Eu achei que sim.

Nota 2: Será que Clary vai se tocar sobre o perigo? Tomara. Já tô apreensiva aqui.

Depois da poção anti-amor de Lilith, Jace parece ter se transformado. Engraçado que ninguém vê nada em um bar lotado como estava. Ansiosos para o próximo episódio? Eu estou e nos encontramos aqui na próxima review!

Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours