Crítica: Episódio 3×05 de This Is Us continua explorando muito bem o passado

Imagem: YouTube/Reprodução

Episódio de This Is Us aposta em passado de Toby

Anteriormente no episódio de This Is Us, tivemos uma viagem ao passado de Jack e seu irmão no período em que participaram da guerra. No atual episódio, quem ganhou esse destaque foi Toby.

Acho interessante quando vamos descobrindo novas histórias sobre os personagens “secundários”. A série vem trabalhando muito bem isso na terceira temporada.

Presente x passado

Não tivemos um episódio todo focado no passado de Toby, mas as pequenas cenas já foram suficientes para vermos como foi sua infância e como isso influência no presente.

Continua após a publicidade

Desde pequeno, foi nítido a ansiedade que reinava em sua vida. Como prova disso, temos a cena dele roendo as unhas e ligando o ventilador – para abafar o barulho – da briga que seus pais estavam tendo. Essa mania de roer as unhas continua no presente, ainda mais que agora ele parou com os remédios.

Com esse histórico, sabíamos que daria ruim ele ter abandonado o tratamento… Esse efeito colateral não demorou a surgir efeito.

Desculpe-me, mas não poderei romantizar a atitude de uma pessoa deixar sua saúde de lado para suprir a necessidade de outra. Que é o que aconteceu aqui! Toby abriu mão de sua saúde para facilitar o processo para Kate engravidar, visto que os remédios prejudicariam os espermas. Pior de tudo, é que Kate nem percebeu a mudança de comportamento e quando se deu conta, já foi tarde demais!

Aparentemente, Toby irá voltar com os remédios, mas provavelmente a recuperação não será 100%, visto que em outro episódio, tivemos cenas do futuro com ele todo tristonho acamado recebendo a ligação de Randall.

Agora que Kate está grávida, provavelmente nos próximos episódios teremos todo um acompanhamento sobre essa nova etapa em sua vida que ela tanto quis. Só não podemos ignorar que desde sempre a médica ressaltou que seria uma gravidez de grande risco, certo? Isso acaba me fazendo pensar novamente que o “ELA” do futuro tenha grandes chances de estar relacionado com Kate. Será?

Racismo, presente!

NUNCA será demais uma série tratar sobre o assunto racismo. Além de ser um tema sempre atual, pois infelizmente vivemos em um mundo em que isso ainda existe.

Gostei de como esse assunto foi tratado nesse episódio, pois muitas vezes são nas pequenas coisas que ele se manifesta e não percebemos.

Enquanto Kevin não percebeu o tratamento da recepcionista com Zoe, a mesma notou apenas com um olhar. Quem sofreu com isso também foi Randall, quando acabou sendo ignorado pelo pai da colega pelo simples fato de ser negro. Infelizmente isso não acontece apenas no mundo da dramaturgia, mas também no mundo real…

Nos demais assuntos…

Como segundo plano do episódio, tivemos Randall tentando a carreira política e saindo frustrado na primeira tentativa. Realmente é complicado mudar a opinião alheia quando o fanatismo fala mais alto! Coincidência com a realidade que estamos vivendo no Brasil?

Beth, a mulher guerreira que costumamos ver, não está totalmente recuperada de sua demissão. Pediu tanto para Randall ser forte e não chorar… Quem acabou chorando foi ela. O atual estado dela me preocupa!

Já Miguel fez aquilo que havia prometido, ou seja, não abandonar aquela família caso acontecesse algo com Jack. Acredito que depois dessa cena, muitas pessoas passaram ver Miguel com outros olhos.

O mistério da vez agora é: Quem é aquela mulher na foto com Jack cujo colar é o mesmo que Kevin carrega? Qual foi a relação dela com Jack?

Precisamos de respostas urgente! Até a próxima!

Tags This Is Us
Rodrigo Chechi

Rodrigo Chechi

Pedagogo formado pela UNESP. Especializado em Educação a Distância para a Docência pela UNIARA. Mestrando em Educação pela UNESP. Apreciador de vinho, café, séries e músicas. Um coração igual de mãe, sempre cabe mais uma série! rs No Mix escreve as reviews de This is Us, Pretty Little Liars (RIP), Orphan Black (RIP).

No comments

Add yours