Crítica: Episódios 5×18 e 5×19 encerram a incrível jornada de Jane the Virgin

O adeus a Jane the Virgin

Uau, nem dá para acreditar que Jane the Virgin acabou! O episódio dessa semana focou na resolução de arcos que há muito tempo foram construídos, desenvolvidos e trabalhados com maestria. Embora muitas vezes ficasse um tanto repetitivo, ou não agradasse muito, sempre ficávamos esperando pelo fim da narrativa.

O final foi dividido em duas partes/episódios: um especial com um compilado de cenas que remetiam a uma recapitulação da série, e o episódio do casamento de Jane e Rafael. Inicialmente, achei que a tática era só mais uma enrolação para completarem os cem episódios da série. No entanto, ao assistir, eu senti toda a magia da série e a nostalgia de ver como tudo começou e como chegamos aquele ponto. 

Quando a temporada começou e inseriram novas histórias e personagens que – literalmente – voltaram dos mortos e tudo mais, eu fiquei muito preocupada da série perder seu rumo em meio a tanta coisa. Afinal, pontas precisavam ser amarradas e arcos precisavam de conclusão. 

Felizmente, minhas ressalvas foram em vão. Tudo se encaminhou para um digníssimo fim. Portanto, assim como uma telenovela, nossos heróis tiveram seus finais felizes. E os vilões que amamos odiar e que sempre nos deixavam roendo as unhas de ansiedade, por conta de seus planos malignos, estão sofrendo por todo o mal que fizeram. 

Aprendemos tanto com cada um dos personagens… E claro, a série não falha em mostrar como as pessoas mudam e são dignas de ter uma segunda chance. Acho que grande parte das mensagens transmitidas pela série são baseadas nas interações entre os personagens. São lições como a evolução dos indivíduos e o perdão aos outros que nos inspiram. 

Siga seus sonhos

Uma tecla que Jane the Virgin sempre gostou de apertar foi a questão de seguir os seus sonhos. E, mesmo sendo um clichê enorme, ela fazia isso com destreza. Você sempre terminava o episódio motivado, e isso era fenomenal.  Seja com as lições de moral da Jane, os conselhos de Alba ou com as experiências de Xiomara. No fim sempre aprendíamos alguma coisa juntamente com os outros personagens. 

Enfim, o final também nos proporcionou as respostas daquelas perguntas que tantos de nós fazíamos no decorrer da série. Assim, tivemos a revelação de que a série é, na realidade, o livro de Jane e que Matteo era de fato o narrador da história. Feels!

Por fim, eu queria agradecer a série por trazer bons momentos, iluminar a vida dos fãs e trazer um quentinho no nosso coração. Muito obrigada! Eu vou sentir falta disso tudo. Eu vou sentir muita falta!

O que acharam do final? E obrigada por acompanhar as reviews. Até breve…

Nota do episódio10
Review do décimo oitavo e décimo nono episódios da quinta temporada de Jane, the Virgin, da The CW, intitulados " Chapter Ninety-nine" e "Chapter One-hundred".
10

No comments

Add yours