Crítica: Final de Defending Jacob foi ambíguo e diferente do livro

Critica Defending Jacob 1x08

O episódio final de Defending Jacob começa com o sol nascendo e trazendo boas notícias, mas finaliza com  o sol se pondo e Andy sozinho no escuro. 

Defending Jacob encerra sua história com reviravoltas inesperadas, mesmo para quem leu o livro no qual a minissérie foi baseada.

Continua após as recomendações

O julgamento foi definido nos primeiros 5 minutos do episódio “After” (Depois). Patz é encontrado morto, e deixa uma carta onde confessa que matou Ben Rifkin. Logo, o neto de Billy é inocentado das acusações de assassinato e Jacob comemora junto de sua família. Porém, esse não foi o final feliz que Andy, Laurie e Jacob esperavam.

O filho de Billy precisou mentir, mais uma vez, para defender sua família. Seria o amor incondicional por sua família, maior do que a sua própria moral? A história apresentou um final ambíguo, deixando para a nossa imaginação concluir o destino da família Barber. 

Continua após a publicidade

Billy Barber inocenta seu neto 

Como mencionei na minha resenha do penúltimo episódio, Leonard Patz não estava sozinho naquela cena final onde ele confessa o crime. Aquele suspeito que estava seguindo Andy e Laurie nos últimos episódios era, na verdade, um amigo do pai de Andy. E ele foi o responsável por coagir Patz a escrever a confissão. Além disso, o acusado não tirou a própria vida como foi divulgado, mas sim assassinado a pedido de Billy. Portanto, com isso, ele consegue que seu neto seja inocentado.

“Imagem: Apple TV+/Divulgação”

Um bom homem ou um bom pai?

Andy fica em uma situação bem complicada em Defending Jacob quando descobre o que seu pai fez. Se revelar a verdade, ele estará colocando seu filho, novamente, como o principal suspeito, ou até mesmo, culpado pelo assassinato de Ben. Billy sabe que com o encerramento do caso, será a ultima vez que ele encontrará seu filho, e diz que Andy tem uma escolha que ele não teve. Andy pode ser um bom homem ou pode escolher ser um bom pai. Então, o marido de Laurie decide deixar o caso por encerrado.

Em uma maneira de tentar seguir uma vida normal em família, Andy e Laurie levam Jacob para passar as festas de final do ano no México. Nessa viagem, Jacob conhece Hope, eles ficam bem próximos e decidem passar a virada do ano juntos em uma festa na praia.

No entanto, Hope desaparece e quando a polícia interroga Jacob, todas as lembranças do julgamento retornam. Andy e Laurie voltam a questionar a inocência de seu filho, e um pouco antes de encontrarem a menina viva, Andy revela a verdade sobre o julgamento de Jacob para sua esposa.

O final da adaptação difere do livro.

Até pouco antes dos momentos finais, Laurie era a pessoa mais inocente de toda história. Entre as omissões de seu marido e duvidar da inocência de seu filho, ela só queria a verdade. Para quem leu o livro, sabe que a história é concluída de uma forma clara. Já na minissérie, os roteiristas entregaram um final ambíguo.

Assim, o público precisará utilizar a imaginação para concluir a história. No livro, Hope Connors é encontrada morta, e pelas evidências, Laurie tem certeza que Jacob é culpado.

“Imagem: Apple TV+/Divulgação”

Durante, praticamente, toda a temporada, acompanhamos os questionamentos de Laurie sobre a inocência de seu filho, e com as últimas revelações do que aconteceu durante a viagem, a mãe de Jacob chega no seu limite.

Isso explica o surto da esposa de Andy nessa final quando a mesma, desnorteada, joga o carro que ela dirigia com seu filho contra a parede, em uma tentativa de acabar não apenas com a sua vida, mas com a vida de seu filho.

É possível observar a culpa que a mãe de Jacob carrega, por todas as mentiras do passado de Andy e o que foi feito para proteger seu filho. Bem como sua desconfiança de que Jacob pode sim ser um assassino. Com isso, faz com que ela decida acabar com a sua própria família.

Defendendo Laurie

Uma das reviravoltas dessa final, foi a revelação de que a audiência na qual Andy está prestando seu depoimento, – e que acompanhamos desde o primeiro episódio em uma narrativa diferente da qual a história foi contada, não tinha nenhuma ligação com o assassinato de Ben. Ou mesmo, com a armação criada por Billy para defender Jacob. Porém, era uma audiência para julgar se Laurie era ou não culpada pelo acidente que quase tirou a vida de seu filho. Como o promotor Neil fala, era uma busca por justiça pelo Jacob.

Graças ao depoimento de Andy, que mente mais uma vez para proteger sua família, Laurie não sofrerá nenhuma acusação de tentativa de tirar a vida do próprio filho. Isso porque Andy sabia o estado que sua esposa estava após a viagem, e ao ver que ela jogou o álbum de fotos da infância de Jacob no lixo, o pai de Andy sabia que Laurie não estava bem no dia do acidente.

Diferente da final conhecida para quem leu o livro, onde Jacob morre no acidente, na adaptação para TV, Laurie e Jacob sobrevivem. Porém, Jacob permanece em coma, e sua mãe não lembra do que aconteceu no momento do acidente.

Quem realmente matou Ben Rifkin? 

Eu confesso que esperava em algum momento do final, algum flashback mostrando como aconteceu o crime que deu início a toda história, frevelando quem realmente era o assassino. O final deixou algumas perguntas no ar. Quem realmente matou Ben Rifkin? E como aconteceu o crime? Podemos considerar aquela história escrita por Jacob, e que foi lida por Derek durante o julgamento no episódio anterior, como uma confissão onde Jacob detalha realmente tudo o que aconteceu?

Assim como, no momento do surto de Laurie, enquanto ela acelerava seu carro com seu filho dentro, ela pressionava Jacob pela verdade, se ele cometeu ou não o crime. No desespero, Jacob confirma que sim, ele matou Ben, mas logo em seguida diz para a mãe, “o que você quiser ouvir, mas reduza a velocidade”.

“Imagem: Apple TV+/Divulgação”

Teria Jacob confessado para sua mãe que realmente matou o Ben, da mesma maneira como ele relatou na sua história publicada? Ou falou apenas o que sua mãe queria ouvir, para que ela parasse o carro? O assassino de Ben poderia ainda estar livre? E Patz realmente pagou por um crime que ele nao cometeu? Quem acompanhou o drama pela Apple TV+, terá que usar sua criatividade para imaginar como será o destino da família Barber.

A adaptação deixa um final um tanto esperançoso para Andy, já que Laurie e Jacob sobrevivem. Por outro lado, a cena final mostra Andy sentado sozinho no quarto de seu filho, no escuro, o que sugere uma possível morte de Jacob, e que coloca um ponto final, com clareza – não apenas sobre o assassinato de Ben, mas também sobre se ele poderia ou não perdoar a própria mãe pelo acidente.

Conclusão

Eu esperava mais desse final de Defending Jacob, bem como um fechamento de toda história como ocorreu no livro, porém, não posso negar que foi um dos melhores episódios de toda a serie, com atuações incríveis de, praticamente, todo elenco. E o que vocês acharam do final dessa história? Qual a conclusão de vocês, Jacob é culpado ou inocente? Deixem a opinião de vocês.

Enfim, quero agradecer, mais uma vez, vocês que acompanharam junto comigo por aqui Defending Jacob, e quero deixar uma dica de uma nova série, Love, Victor, (Com amor, Victor), que terá sua estreia nesse próximo dia 19/06 pelo serviço de streaming americano Hulu. O seriado é Baseado no filme de muito sucesso, Love, Simon, (Com Amor, Simon).

Portanto, vejam abaixo o trailer e, além disso, continuem acompanhado aqui no Mix de Séries todas as novidades do seu seriado favorito. 

"Nota do episódio"9
"Crítica do “oitavo” episódio da "primeira temporada" de "Defending Jacob, da "Apple TV+", intitulado “After”.
9

No comments

Add yours