supergirl 4x09 elseworlds

Crítica: Final de Elseworlds apresenta a parte mais emocional do crossover em Supergirl

supergirl 4x09

Imagem: The CW/Divulgação

Elseworlds chega ao fim

Ah como eu amo os crossovers do Arrowverse! A primeira parte de Elseworlds foi a que me deixou mais êxtase, com as inúmeras referências a Smallville, com direito a canção “Save Me” sendo executada. Já a segunda também me agradou muito, ainda mais com as inúmeras referências a Batman. E agora essa terceira? Bom, eu amei assim como as demais, entretanto alguns pontos me incomodaram. Mas isso comentarei melhor no decorrer dessa review.

Quando vi as imagens do Superman usando o uniforme preto, fiquei meio ressabiado, afinal de contas, a roupa representa o momento em que o herói ressurge do mundo dos mortos. Após ter assistido às duas primeiras partes de Elseworlds, pensei em uma hipótese. A mesma seria com Deegan reescrevendo novamente o destino, ter criado uma espécie de Superman maligno. Abordar a morte do herói nesse momento seria um verdadeiro tiro no pé, convenhamos.

Com Barry e Oliver sem seus poderes, isso acabou se tornando algo meio até que previsível. Com os poderes trocados na primeira releitura do destino, obviamente essa seria a maneira mais assertiva de tentar derrubá-los. Agora em relação a Kara, como ele não saberia como detê-la? Deixá-la trancada no STAR Labs não me convenceu, afinal de contas se Deegan conseguiu incorporar o homem de aço nessa nova releitura. Enfim…

Team Supergirl subaproveitado

Quando os crossovers costumam acontecerem, sempre vemos o episódio da série específica dando mais ênfase aos seus personagens. Isso aconteceu na parte 1, com o team Flash em total evidência. O mesmo ocorreu na parte 2, com team Arrow em ação, mas agora nessa terceira isso me incomodou.

Ok, tivemos a Alex da Terra 1, que muito lembrou a nossa conhecida, vinda da Terra 38. Entretanto, sério que focaram em Cisco, Diggle e Killer Frost? James até aqui é mal aproveitado, isso não julgo. Uma pena foi ver Brainy e J’onn aparecer já na reta final do episódio, sendo que poderiam ter trazido-os logo nos minutos iniciais do episódio. Talvez trabalhando junto com Barry e Oliver, isso teria lhes dado mais visibilidade aqui. A irmã de Kara também poderia ter aparecido, imagina ela dando conselhos para sua outra versão? Paciência!

Desfecho com muitas informações

Os instantes finais da última parte do Elseworlds renderam muitas informações, com algumas pontas em aberto. O confronto contra Deegan foi uma coisa que girou muito a cabeça aqui, com Supergirl tentando detê-lo, depois Superman, e com direito até ao Arqueiro Verde. Mais uma vez tivemos referências, com o homem de aço lutando com seu alter ego maligno, com direito a citação “bizarro”, nos fazendo lembrar de alguns dos confrontos entre o herói e o vilão.

Imagem: The CW/Divulgação

Uma coisa que me deixou ressabiado foi a condição de Oliver, para salvar Barry e Kara. Tipo, com certeza ele se sacrificou pelos amigos, mas qual o preço a se pagar me fez levantar uma teoria. Ok, posso estar aqui viajando, mas será que seria um indício ao fim de Arrow? Com esse plot twist, não sabemos ainda o que virá para o nosso vigilante, porém não duvido nada que esse possa ser abordado no próximo crossover. E com esses flash forwards que vêm acontecendo na série mãe, não é de se descartar um avanço na história, após uma suposta morte de Oliver Queen, não é mesmo?

Outra coisa que me deixou ressabiado foi Superman. Ok, o lance dele “pendurar as chuteiras” pode ter ligação devido ao Universo cinematográfico da DC, afinal de contas, Batman foi citado como desparecido de Gotham City, dentro do Arrowverse. Entretanto, nos momentos finais, a cena dele e Lois na Fortaleza da Solidão, com ele todo distraído me deixou totalmente intrigado. Ele não estava pensando única e exclusivamente no pedido de casamento – que aliás muito lembrou em certos momentos ao que Clark fez a Lana no episódio 100 de Smallville -, mas com certeza tem algo a mais e não será a última vez que veremos o homem de aço por aqui.

O que vem daqui pra frente?

Elseworlds chegou ao fim com a ponta para a entrada oficial de Batwoman, cuja sua série com certeza tem tudo para chegar na midseason de 2020. Além disso, eles já deixaram o gancho perfeito para a exploração o crossover de 2019, que será a Crise nas Infinitas Terras.

Sinceramente eu gostei bastante de Elseworlds, que veio com inúmeras referências. Entretanto o crossover do ano passado até agora é o meu favorito de todos.

Confira as outras reviews do crossover: Parte 1; Parte 2.

Share this post

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!