Crítica: Hightown, nova série com atriz de Chicago Fire, é uma ótima pedida

Critica Hightown

Hightown está chegando ao Brasil pelo Starzplay e é viciante

Se você está buscando uma nova série do estilo criminal, Hightown – estrelada por Monica Raymund de Chicago Fire – é a sua pedida.

Continua após as recomendações

A nova série, que está chegando ao Brasil pelo streaming Starzplay, traz tudo o que um bom enredo merece – e vai um pouco além. Com uma atmosfera realista, e sem poupar da nudez ou violência, Hightown não esquece da trama que precisa contar por nenhum minuto, mantendo o espectador grudado na TV até o fim do episódio.

A série estreia no Brasil neste domingo, 17, mas a convite do Starzplay o Mix de Séries já assistiu a produção. Assim, te contamos o que achamos sobre atração – sem spoilers claro.

Continua após a publicidade

Narrativa funcional

Situada em Provincetown, a meca gay da península de Cape Cod, nos Estados Unidos, a história de Hightown é extremamente envolvente. O grande centro das atenções é a personagem Jackie Quinones (Raymund), que trabalha para a National Marine Fisheries – uma espécie de guarda costeira local. Só que, diferente das protagonistas convencionais, Jackie tem fragilidades e comete erros a todo instante.

Como a descrição da personagem já define, ela possui problemas com álcool e drogas, e isso leva a interpretação de Monica Raymund a um patamar extremamente interessante. Contrastando com sua interpretação em Chicago Fire, a atriz mostra algumas características cruas e humanizadas, mostrando que qualquer um está apto a chegar no fundo do poço.

Quando a série começa, nós conhecemos um pouco mais de sua história, que envolve festas de carnaval regadas a muito álcool. Lésbica, Jackie quer apenas curtir a vida. No entanto, tudo muda quando em uma manhã ela encontra um corpo em uma praia. A esta altura, o espectador já sabe de quem se trata e como o crime aconteceu (mostrado na primeira cena da série), mas a investigação e a motivação torna-se o carro chefe para despertar a curiosidade de quem se propôs a ver Hightown.

Hightown Season 1 Episode 1 : “Starz” - @Hightown_1x1 - Medium

Personagem de Raymund tem a vida revirada quando ela encontra um corpo. Imagem: Starz/Divulgação

Personagens são aprofundados na medida certa

A medida que a trama avança, o mistério sobre o corpo que aparece vai sendo desvendado, ao mesmo passo que mais perguntas nos são apresentadas. Uma conexão com o detetive local, interpretado por James Badge Dale, nos é apresentada, e daí começar a ver que as motivações podem ser mais complexas do que aparenta.

Aliás, mesmo não conhecemos o passado do personagem de Dale a princípio, entendemos que ele é um bom policial que está disposto a fazer o necessário para colocar os bandidos atrás das grades. Mais ainda, está disposto a ir além para conseguir manter na cadeia aqueles que ele já conseguiu prender. Mas e quando o poder destes traficantes são tão grandes a ponto de ditar as regras do jogo, mesmo presos?

É daí que a premissa de Hightown parte, e que deixa tudo bem mais atraente. Nesta história, ainda, somos presentados com a presença do ator Amaury Nolasco, de Prison Break. Aliás, o ator é um trunfo para a trama e equilibra a disputa entre o bem e o mal.

Atriz de Chicago Fire estrela Hightown

Monica Raymundo e James Badge Dale em cena de Hightown. Imagem: Divulgação.

Igualmente, junto da personagem de Raymund, também somos apresentados a alguns coadjuvantes interessantes. Entre eles está Junior (Shane Harper), que é um alcoólatra em remissão que tem uma forte conexão com Jackie. Ainda não sabemos a sua verdadeira função na trama, mas ele sente que o perigo o está rondando.

Aliás, falando em alcoolismo, é deste lado que somos apresentados a uma das melhores histórias da série através de Jackie. Em certo ponto, a irresponsabilidade com sua vida fica tão grande que ela é forçada a tentar enxergar seus problemas de outra ótica, e é a partir daí que vemos uma complexidade ainda maior na atuação de Monica Raymund.

Considerações

O vício de Jackie, o fotorrealismo da história e a vibe que não esforça em chocar, só torna Hightown uma ótima pedida de maratona. Em determinados pontos, ela lembra um pouco a produção da Netflix, Ozark, ao não poupar o espectador da violência do mundo real. Também tem tons de True Detective, um dos maiores sucesso da HBO.

Assim, Hightown torna-se um trunfo para o streaming Starzplay no Brasil, que chegou a pouco tempo mas já mostrando a que veio. O streaming tem um período grátis de 7 dias para teste e, atualmente, está oferecendo uma assinatura mensal por R$5,90 durante três meses. Então, vale a pena conferir.

Hightown ganhará novos episódios todos os domingos. Confira o trailer abaixo.

 

Nota da Temporada9
Crítica da primeira temporada da série Hightown, estrelada por Monica Raymund - de Chicago Fire - e que estreia no Brasil pelo Starzplay.
9
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

1 comment

Add yours
  1. Hightown, com atriz de Chicago Fire, é renovada para 2ª temporada - Mix de Séries 11 junho, 2020 at 14:30 Responder

    […] Leia também: Crítica – Hightown, com Monica Raymund, é uma ótima pedida […]

Post a new comment