Crítica: Segundo episódio de Legacies deixa série mais empolgante

legacies 1x02
legacies 1x02

Imagem: The CW/Divulgação

Será que Legacies finalmente se encontrou?

Depois de uma estreia morna, no meu ponto de vista, Legacies soube entregar um episódio mais consistente. O mais legal disso tudo é como ela conseguiu viajar em camadas de suas séries progenitoras, mas ao mesmo tempo criando sua própria identidade.

plot de Hope em busca de Landon deu aquele ar de The Originals, com direito a várias sequências na floresta. Os Mikaelson gostam mesmo da natureza, não é mesmo? Entretanto, em muitos momentos lembrou Revenge. A jovem traçou um plano de vingança, e não descansou até encontrar seu até então novo inimigo.

Sinceramente, eu ainda não tenho uma opinião formada a respeito da protagonista. Hope tem um quê de Klaus, mas algumas vezes também lembra sua tia Rebekah. Confesso que fiquei durante 40 minutos alternando entre o amor e ranço, e mesmo assim ainda estou fazendo a Glória Pires. Não sou capaz de opinar sobre o que penso a respeito dela.

Continua após a publicidade

Aquela nostalgia que você respeita

Imagem: The CW/Divulgação

Enquanto isso, o instituto Salvatore estava em chamas, literalmente. Um campeonato de futebol americano foi outro plot do episódio, que pra mim foi bem nostálgico. Lembrou e muito a época de The Vampire Diaries, mais precisamente a primeira temporada. Que sensação boa foi de assistir a essa parte, sério mesmo.

Como disse na review passada, Lizzie lembra muito Caroline no começo de TVD. Esse episódio foi a prova mais que clara disso, pois nessa trama em específico ela foi que se destacou totalmente. Digamos que ela é uma versão menos Barbie de sua mãe geradora, aliás, aguardo Candice King fazer uma participação ainda na série. Imagina Lizzie e Caroline juntas? TITIA PLEC, FAVOR PROVIDENCIAR!

Uma grande ameaça está por vir

Pensa numa pessoa que vibrou quando revelou que Landon não foi culpado pelo incêndio do ônibus. Prazer, Eduardo Nogueira a seu dispor! Gente, estava nítido que o cara era inocente desde o começo, tanto que até gritei um “HOPE TAPADA”, quando isso veio à tona.  A única coisa que me incomodou um pouco disso foi a rapidez para resolver o mistério, pois queria que rolasse um pouco mais de suspense.

Entretanto, essa revelação logo de cara foi necessária, porque já mostrou o que está por vir. Em toda a franquia The Vampire Diaries, já vimos tudo quanto é tipo de ser sobrenatural, mas confesso que dragões não estava na minha lista. Eu achei de uma ousadia muito grande, mas se Titia Plec usar isso de forma sensata, tem tudo pra ser uma história que vai prender. Aliás, a última fala daquela Dana me deixou intrigado aqui. Será que ela é um desses dragões, disfarçada de vampira?

Legacies entregou um segundo episódio mais consistente, e talvez consiga passar desse primeiro ano de vida, vamos aguardar. Só fiquei meio assim de Landon já ter saído, jurava que ele seria fixo e já o shippava com Hope. Será mesmo que é a última vez que o veremos? Tudo é possível, estamos falando da filha de The Vampire DiariesThe Originals. 

PS: A magia negra feita por Hope e Josie ainda vai dar ruim sim, ou com certeza?

PS 2: Impressão minha, ou rolou uma certa química entre Hope e Rafael?

Tags Legacies
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours