Crítica: Leveza é destaque no Halloween do episódio 2×06 de The Resident

Imagem: Divulgação/FOX

The Resident comemorou o Halloween

Eu acho que nunca tinha visto um episódio mais “leve” em The Resident. A tensão sempre assume a dianteira nessa série, e isso é uma coisa boa. Entretanto, episódios mais descontraídos são sempre bem vindos, e casando com a semana do Halloween a série viu uma excelente oportunidade para isso.

Em “Nightmares“, a festa a fantasia de Mina foi destaque. Enquanto parte da equipe foi para a casa dela, se divertir, outra ficou de plantão no hospital.

A festa

Confesso que me interessei mais pelo o que estava acontecendo na casa de Mina. Aliás, ela estava linda, diga-se de passagem, assim como Nic de Cleópatra. A diversão assumiu controle do lugar, até que ela acabou sendo chamada no hospital para uma cirurgia de emergência, deixando Nic sob o controle de tudo. Mas mal sabíamos que, a partir disso, iríamos ter um vislumbre da personagem que não sabíamos – até agora.

De olho na sua irmã, que está em recuperação e tentando ficar sóbria, Nic acabou ficando sobrecarregada. E isso lhe gerou um ataque de pânico. Deu uma angústia danada vê-la daquele jeito, na cozinha. E mais orgulho ainda de ver a irmã dela tendo o cuidado de ajudá-la, controlando a situação com seriedade e respeitando sua sobriedade. Espero que, mais pra frente, ela não tenha recaídas. Mas quero mais dessa relação familiar de Nic sendo explorada na série.

No hospital

Adorei ver a dinâmica no hospital na noite de Halloween. Tudo estava sendo levado com humor. Inclusive o fato de uma vítima de acidente de carro ter uma perna e um braço amputado. É algo triste, mas que acabou sendo tratado com humor, sem qualquer desrespeito.

Foi tal caso que tirou Mina da festa e a levou para o centro cirúrgico, e ver Bell, AJ, Voss e Mina atuando no caso, me empolgou. Aliás, Bell de volta à sala de cirurgia, que perigo. Mas vocês estão sentindo uma melhora no personagem, em relação a caráter? Ou é uma falsa impressão? Tudo bem, que ele aceitou um suborno no episódio passado, mas sei lá. Acho que estão aliviando a barra para o lado dele.

Destaque para Conrad

Mais uma vez, o destaque para Conrad foi ótimo. Ele é o protagonista da série, e não acho exagerado que ele sempre acabe nos melhores casos. Dessa vez, uma mulher que tinha alucinações, e estava sendo considerada louca, foi parar em suas mãos.

A forma como ele lutou por ela foi incrível, mas o que chamou atenção foi como isso o afetou pessoalmente. Tivemos acesso a parte do momento em que sua mãe morre, e gostaria muito que isso tivesse mais destaque na série. O mesmo em relação a dinâmica do personagem com seu pai. Há uma tentativa de aproximação, mas Conrad está desconfiado de algo. Como se tivesse os pés atrás com alguém da família que o decepcionou. Quero ver mais dessa trama sendo explorada. Tenho certeza que só ajudará no crescimento do personagem.

Eu gostei muito deste episódio, e não faria mal para série, de vez em quando, ter mais episódios como este. Não acham?

 

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours