Crítica: Lucifer teve 5ª temporada parte 2 bem fraca

Lucifer 5 temporada parte 2

Série está desgastada

Se tem uma coisa que a parte 2 da quinta temporada de Lucifer nos mostrou, é que a série precisa acabar. A impressão que fica é que os dramas e conceitos inseridos nos episódios já estão desgastados e que os personagens não têm muito para onde correr.

Continua após publicidade

Balançando entre um episódio que envolve e um em que nada acrescenta para a história, a parte 2 da quinta temporada foi mais arrastada que a primeira – mesmo tendo todos os motivos para não ter.

Continua após a publicidade

Conflitos familiares

O principal destaque desta parte 2, sem dúvidas, foi Deus. Interpretado pelo ator Dennis Haysbert, que viveu o icônico David Palmer na série 24 Horas, o personagem acabou sendo o grande apelo da nova leva. E ele se salva apenas pelo carisma de Haysbert, uma vez que sua função na história parece boba e sem propósito.

Continua após publicidade

Como parte da manipulação de Miguel para tomar o comando do Céu, vemos Deus em uma espécie de conflito consigo mesmo, só que nada funciona da forma como era preciso. E não é até os últimos segundos da quinta temporada que entendemos todo esse plano maquinado pelo gêmeo de Lucifer, embora seja tarde demais para podermos apreciarmos o que estava acontecendo.

Com isso, a trama de Deus mais pareceu um “enche linguiça”, do que algo que acrescentasse de fato à caminhada dos personagens.

Continua após publicidade

Outro grande problema, então, se tornou o relacionamento de Lucifer e Chloe. Os fãs esperaram tanto por esse momento, e agora eles ficavam criando barreiras desnecessárias. Até que, em uma sacada interessante do roteiro, Lucifer ligou o “f*da-se” e começou a viver 100% o romance. Só que ele passou a direcionar sua obsessão para se tornar o novo Deus, por um motivo que nem ele mesmo sabia. E esse talvez tenha sido o grande problema dessa parte da temporada.

Lucifer 5 temporada parte 2
Imagem: Divulgação.

Sem propósito

Lucifer meio que começou a perseguir o objetivo de se tornar o novo Deus sem qualquer propósito. Algo que ele tirou da cabeça em uma bela manhã, talvez por conta do seu imenso ego. Dessa forma, ficou claro que a relação dele com Chloe estava em escanteio e, na verdade, sempre estará.

Mesmo que ele a ame e tenha apreço pelo sentimento que existe entre os dois, Lucifer ama uma outra pessoa bem mais do que Chloe: estamos falando dele mesmo.

Logo, o personagem começou uma campanha para angariar votos dos anjos, quando, talvez, ele precisava exatamente de um propósito para o cargo. Algo que ele falhou. Só que os instantes finais da temporada, mostrando um conflito entre os filhos de Deus, acabou gerando a morte de Chloe – algo que despertou a ira em Lucifer, e que o fez ir até o Céu para trazê-la de volta. Isso, de alguma forma, o transformou em Deus, fazendo com que ele dissesse a frase de efeito hilária, “Oh meu Eu”.

Nem tudo foi perda de tempo

Claro que a temporada contou com ótimos momentos. Gostei muito do destaque que coadjuvantes ganharam, como o episódio focado totalmente em Dan e que depois se mostra uma farsa de Lucifer. Ou o posterior momento que Dan teve ao ser sequestrado e que resultou em trágica perda, levando a uma das melhores interpretações dos atores desta série no penúltimo episódio.

Imagem; Divulgação.

Gostei também dos conflitos de Ella e a cena que ela tem com Deus, mostrando um certo conforto que ela precisava. Ella é uma ótima personagem e nunca é demais vê-la em cena.

E até mesmo a paternidade de Linda e Amenadiel ganhou espaço, embora a trama não fosse tão interessante como a de Maze buscando sua alma – algo que foi resolvido de forma rápida, fazendo com que a personagem mal aparecesse nesta parte da temporada.

Enfim, concluindo a jornada de Lucifer, o sentimento que ficou é que a série poderia ter acabado nesta quinta temporada. Mas ainda bem que agora a Netflix definiu o final da série, mesmo que eu tenha a impressão de que os dez episódios finais mais vão enrolar o espectador do que tudo.

E então, o que você achou da parte 2 da quinta temporada de Lucifer? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.