Crítica: Season Finale de Grey’s Anatomy é impactante, mas deixa a desejar

Mesmo deixando a desejar, Grey’s Anatomy encerra a sua temporada de forma impactante

Fake news! O grande nome do episódio bem que poderia ser esse. O que tinha tudo para ser o melhor episódio da temporada e resgatar a velha Grey’s Anatomy, acabou decepcionando. A verdade é que os roteiristas não queriam decepcionar os fãs, mas acabaram fazendo isso.

A cada cena, eu esperava ansiosamente para saber qual médico iria morrer, ou qual havia morrido, e qual foi a minha grande decepção? Nenhuma morte! Ok, só pelo fato dos roteiristas não matarem ninguém já é um grande avanço. Porém, parecia que eu estava assistindo outro seriado e não Grey’s Anatomy.

O que tinha tudo para ser um grande episódio, transformou-se em algo bastante mediano. A verdade é que a expectativa foi maior do que a realidade. Uma pena, pois eles tinham tudo para nos entregar mais um episódio memorável. Afinal, num episódio em que a neblina dominou Seattle, era de se esperar que houvessem muitos acidentes, não?

Bem vinda, Allison!

A parte mais sem noção foi a forma como Amelia ajudou Teddy a parir. Tinha momentos em que eu me deparava com uma Amelia forte e, em outros, com uma Amelia de coração partido. Li muitos comentários de que ela parecia ser bipolar. Por um instante não concordei, porém, depois de rever o episódio tive que concordar. Sim, Amelia realmente estava agindo como uma bipolar. Uma hora ela queria ajudar, na outra não sabia como agir.

E não digo isso porque ela simplesmente chutou o Link com aquele papinho de que precisava de um tempo para saber quem ela é realmente. Mas sim pela forma como ela agiu com a notícia de que Teddy estava em trabalho de parto.

Para quem esperava que Teddy fosse morrer no parto, ou que Owen fosse morrer no engarrafamento, teve uma baita decepção. Os dois sobreviverem e se declaram a la Rachel e Ross (Friends) assim que a pequena Allison veio ao mundo. Foi muito divertido ver a reação que Teddy teve ao descobrir que a irmã de DeLucca também teve um casinho com o Owen. Mas nada que abalasse a relação do novo casal de Grey’s Anatomy.

I love you too!

Entretanto, Teddy e Owen não foram o único casal do episódio. Depois de surtar, confessar o crime e ser demitida com Richard e Alex, Meredith Grey disse, finalmente, que amava DeLucca. Meu coração de shipper vibrou e chegou a dar um gritinho de comemoração. Infelizmente, eles não puderam se beijar e dar um daqueles amassos dignos do seriado, pois DeLucca estava preso.

A atitude dele foi nobre e digna de alguém para namorar. Mer, porém, acabou manchando a sua reputação como médico. Ainda é cedo para sabermos se ele perderá a licença ou continuará preso. O que sabemos é que nossa amada Dra. Grey fará o impossível para tirá-lo da cadeia.

O mais interessante nesse plot foi ver Richard e Alex se sujando em prol dela. Foi lindo demais ver os dois assumindo a culpa, ainda mais o Alex que não tinha culpa nenhuma no cartório. Totalmente diferente daquele que não quis se sujar quando Izzi cortou o fio do Denny Duquete!

Recomeços

A season finale foi bonitinha e mais parecia uma season premiere. Mas tudo bem, o que importa é que algumas histórias foram encerradas. Entre uma delas, está a da Jo que finalmente aceitou ajuda psiquiatra. Não será uma tarefa fácil para ela, e não para o Alex, que agora está desempregado. Entretanto, sabemos muito bem que ela sairá desta com a cabeça para cima.

Depressão é algo sério e foi bom ver Jo assumindo que precisava de ajuda. Em contrapartida, nosso amado Tom Koracick parece que não terá tanta sorte assim. Agora que Teddy e Owen se acertaram, ele sofrerá e muito quando Grey’s Anatomy retomar. Afinal, ele ainda está na vibe paizão e nem imagina a bomba que receberá. Não se preocupe, Koracick, nós estamos torcendo para você achar a sua lagosta!

Sabe o que foi mais bonito nesse episódio? A forma como Glasses e Nico se acertaram. Foi sútil e sem exagero, mostrando que o amor sempre vencerá no final. Eu adorei quando Glasses contou para a mãe que Nico era seu namorado e que precisava mais da sopa do que ele. Esse casal é um dos meus preferidos, e ficarei na torcida para mais espaço para os dois na próxima temporada.

Quando tudo estava se fechando e mostrando um happy ending a la Grey’s Anatomy, não é que os roteiristas deixam um cliffhanger sobre o futuro de Jackson Avery. Sem sabermos se ele foi mais uma vítima do estalo de Thanos (Vingadores Guerra Infinita), se foi mais um na imensa lista de assassinados da Shondanás, ou se está perdido na floresta, Grey’s Anatomy encerra a sua atual temporada provando que mereceu ser renovada!

Nota do Episódio9.5
Review do vigésimo quinto episódio da décima quinta temporada de Grey's Anatomy, da ABC, intitulado de "Jump Into the Fog".
9.5
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours