Crítica: Série da Globoplay, Se Eu Fechar os Olhos Agora é um drama bem feito

Machismo, sexismo, racismo, homofobia!! Muito se engana quem pensa que essas são particularidades dos anos 30 ou dos anos 60. Se eu Fechar Os Olhos Agora pode ser muito bem interpretada no século XXI. A série traz toda uma abordagem ao início da década de 60 que poderia ser facilmente repaginada à nossa realidade. Desrespeito, assassinatos sem resposta, pais em busca de filhos, famílias tradicionais brasileiras. Tudo é delicadamente trabalhado para que o telespectador consiga se ver dentro da série. Não há peculiaridade dentro da trama, todos tem envolvimento e quase todos pagam pelo que fizeram.

A pequena e pacata cidade de São Miguel!

Primeiro, vamos ao geral da história. A série foi gravada na cidade de Catas Altas em Minas Gerais e traz todo o movimento do início da década de 60. Claro que a modernidade ainda estava por vir, mas, já naquela época, grandes evoluções se faziam presentes. O contexto presente na trama, mostra a diversidade de uma cidade conservadora se comparada aos “devaneios” cariocas. Muitas vezes se compara o estilo moderno de Adalgisa (Mariana Ximenes) aos costumes tradicionais da elite da cidade. Nesse ponto, esbarramos às primeiras críticas sociais e com a presença da mulher na casa. Ainda se via, e ainda se vê, muito enraizado o conceito de “bela, recatada e do lar”, frase utilizada na série e que satiriza muito bem o contexto atual.

Imagem: Globo/Divulgação

Mas muito se engana quem pensa que há apenas críticas na série. O drama voltado por entre seus protagonistas, se é que conseguimos definir quem são, traz um grande e único movimento. A morte de Anita (Thainá Duarte) embala todo o mistério da cidade e seus moradores. Quem vê de primeira, pode até acreditar que a série possui um tom sobrenatural. Mas acalmem-se que não há sustos por aqui. Assassinatos? Sim. Estes vemos a todo o instante. Entretanto, o que mais instiga o telespectador é de descobrir como a trama vai se encaixar, e os produtores conseguiram trazer isso muito bem.

Continua após a publicidade

Passado, presente ou futuro?

A todo momento, por entre as cenas, somos bombardeados por flashs. Contudo, o que mais me intrigava era saber se aquilo era o passado ou o futuro. A resposta veio já no início: são ambos. Tanto cenas que ainda viriam a acontecer como cenas já passadas. A série conta e reconta vários momentos que deixam o telespectador ansioso para saber o que acontecerá. Olha que eu julguei muito esse momento mas conseguiram fechar muito bem. O final pode ser um pouco sem pé nem cabeça e nos deixar confuso com os trâmites da família Marques Torres, mas foi muito bem amarrado com suas pontas soltas.

Com um elenco excelente e com boa atuação, a série fecha um drama muito bem orquestrado. Mais uma vez, Rede Globo nos impressionando com uma série de dar inveja a algumas produções internacionais. Seus dez episódios estão disponíveis na Globoplay e terminam essa semana no canal televisivo. Aos interessados, podem conferir na plataforma online que vale muito a pena.

Nota da Temporada9.5
Review da temporada de Se Eu Fechar os Olhos Agora, da Rede Globo, disponível na Globoplay.
9.5
Lucas Franco

Lucas Franco

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.

No comments

Add yours