Crítica: Shadowhunters apresenta várias perguntas no episódio 3×04

Imagem: Freeform/Divulgação

Continua após as recomendações

Esse episódio me deixou com certo gosto agridoce, não sei se foi bom ou ruim…

Continua após a publicidade

Shadowhunters, que vem nos presenteando com episódios ótimos, em Thy Soul Instructed, apresentou assuntos necessários, mas deixou várias interrogações também.

De início, preciso dizer que estou amando a interação de Clary e Izzy. Parece que as duas se completam em cena, o que até a temporada passada, não existia. O que é uma pena é como a Izzy está sem plot, ela que é a rainha dessa série vai sofrer por macho? Ninguém merece.

Ainda mais quando esse é o Raphael, que enfim, descobrimos o que fez com a menina. A nova vampira era seu experimento para se tornar um daylighter, assim como Simon. Que agonia vê-lo queimando no sol, mas o cara não faz uma né. Tadinha da Izzy que tava achando que eram almas gêmeas, só se decepciona. No fim a vampira fugiu, foi atrás do Simon (se alguém entendeu me explica) e ficamos sem compreender o que tinha acontecido direito.

Agora, de onde foi que saiu aquele ciclista que virou companheiro de apartamento do Simon?

Foi o Luke que arranjou isso e agora o vampiro é refém? Ou eu entendi errado? Alguém me ilumina, por favor.

E por último, mas não menos importante, a caça ao coruja/Jace. Nesse núcleo descobrimos várias coisas, entre elas, que Lilith criou Jonathan como seu filho. O que uma mãe não faria para trazer seu filho à vida novamente? Acho que ela irá nos mostrar logo. E Jace começou a se tocar que algo não tava certo, só me surpreende que ninguém notou que quando o coruja aparece, ele some. Agora até pra doença mental ele vai apelar tentando justificar seus “apagões”, vamos acordar meu amigo, tá na hora. Até porque, parece que a Clary vai entrar na mira de Lilith.

Nota: Engoli em seco quando Lilith encontrou o Jace acordado, foi quase.

Nota 2: O grito que eu dei com a demônia na porta do Magnus, socorro!

Nota 3: Malec segue firme nos nossos corações <3.

Nota 4: Jace lutando contra a força da Lilith estava com cara de quem precisava ir ao banheiro.

O episódio não foi lá um dos melhores, mas introduziu bastante coisa pra ser trabalhada nos próximos episódios. Já estou aflita e vocês? Já confiram a promo do próximo episódio? Então, veja a seguir! Até a próxima review!

Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

1 comment

Add yours

Post a new comment