Crítica: Tell Me A Story entrega trama repleta de intrigas no episódio 1×09

O penúltimo episódio de Tell Me A Story, “Deception” (Decepção), trouxe muita tensão e algumas respostas

Mas a pergunta que não quer calar ainda é se cada personagem de Tell Me A Story terá o fim que merece ou se os justos pagarão pelos pecadores mais uma vez.

Primeiramente, o episódio tem início com Sam acordando pela manha com o som do alarme do carro. Ao verificar, encontra seu carro destruído com a palavra “porco” pichada do veículo. Totalmente possesso com o recado, logo ele liga ameaçando Jordan que a essa altura dos acontecimentos não se importa com mais nada, a não ser com seu plano de vingança. O fato de Sam ser um policial corrupto com muitos contatos não parece ser um obstáculo para Jordan reconsiderar.

Mudando o cenário para o porão do restaurante, Gabe está inconsciente enquanto Katrina e Esther debatem sobre o que farão a respeito do dinheiro que está com Hannah. Logo, descobrimos que além de parceiras no crime, Katrina e Esther são mãe e filha que comandam o negócio da família. Gabe segue sendo interrogado. E Hannah busca uma forma de resgatá-lo com a ajuda de Terry, ao marcar um encontro com Esther.

Já Kayla se conecta com sua avó. E celebram um momento em família revelando o provável caso de Abby. Apesar da recente conexão entre a avó e a chapeuzinho, ambas parecem estar caminhando para um conto de fadas, com direito a muitos detalhes sórdidos.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, a detetive Renee começa a vasculhar o passado de Sam descobrindo algumas conexões suspeitas. Como o fato de Sam ter sido oficial de condicional primeiro de Mitch e posteriormente de Eddie. Ela começa a se questionar se Sam estaria envolvido no roubo da joalheria. Já seu parceiro de trabalho não está confortável com essa desconfiança. Ressaltando que Sam é um profissional acima de qualquer suspeita.

Mordendo a isca

Nick continua tentando manter contato com Kayla, insistindo em algo doentio que só existe na cabela dele. Após, várias tentativas frustradas, ele decide entrar em contato com Laney como se fosse Ethan. Não demora para a garota cair na armadilha e morder a isca.

Jordan faz algumas tentativas frustradas perseguindo a esposa e o filho de Sam. Ele chega a se aproximar do garoto, mas o que resta de sanidade fala mais alto, o impedindo de prosseguir. Apesar de ter chegado até aqui com um objetivo, ele está percebendo que está cego pela vingança.

Quando Kayla vai ao prédio onde Laney pede para se encontrarem, a chapeuzinho encontra algumas respostas para o início de um pesadelo. Aos poucos ela começa a entender a que ponto suas escolhas levaram a uma situação tão perigosa e consegue escapar dessa vez.

Duas fábulas se colidem

Sam fala com Kayla sobre o professor enquanto Tim chega. Nick decide colocar outro plano em prática quando procura pela avó da chapeuzinho. Tudo indica que a que a história está prestes a se repetir.

No limite, após todos os acontecimentos, Jordan procura a detetive Renee. E ao contar sobre Sam, tem a atenção da detetive que se diz disposta a ajudá-lo. Infelizmente, a detetive Renee não poderia imaginar que estava trabalhando com o inimigo ao seu lado. Sam tinha mais contatos do que ela poderia prever.

Hannah e Terry estão a postos para o encontro que está planejado. Não demora para um grupo de homens, incluindo o cara que ela pensou ter matado em seu apartamento, aparecer para uma emboscada. Embora estejam em menor quantidade, conseguem virar o jogo e colocar Katrina contra a parede.

O Hotel é um ponto onde os contos de fadas se conectam. Todos os personagens colidindo em um único local. Que surpresa ainda resta para o final?

No comments

Add yours