Crítica: The Flash desperdiça trama e personagens no 6×11 “Love is a Battlefield”

Critica The Flash 6x11

O problema com o casal de vilões em The Flash

Esta sexta temporada de The Flash tem sido muito promissora até aqui. A cada episódio a série tem apresentado algo interessante, algo a se esperar, e momentos muito bons. Mas este décimo primeiro episódio não só caiu a qualidade da história, como pode chegar a ser considerado o pior episódio de The Flash.

Continua após as recomendações

Por mais que seja uma série de super-heróis, é de se esperar episódios temáticos por se tratar de um show da The CW, cujo público-alvo são os jovens/adolescentes. Mas isto poderia não ter sido o problema caso tivessem construído um roteiro maduro e instigante. Pelo contrário, tivemos um episódio de Dia dos Namorados voltado todo para a comédia, só que aqui partiram para o cômico vergonhoso.

Amunet Black nunca foi uma boa vilã em The Flash. Sua história com Nevasca funcionou muito bem no começo. Mas o que veio além disso, não teve força o suficiente para segurar a interpretação cartunesca de Katee Sackhoff. Já Goldface foi um vilão muito promissor apresentado na temporada passada. Sua interpretação e uso dos poderes funcionaram muito bom. Só que neste episódio o descaracterizaram tanto, transformando-o em apenas um “antagonista” bobo e vergonhoso, algo bem diferente do que já havíamos visto. Essa junção dos personagens poderia ter acontecido e funcionado melhor dentro de um roteiro mais maduro, que mantivesse suas personalidades originais. Triste fim para um interessante personagem.

Continua após a publicidade

Um nova Íris West em The Flash

Love is a Battlefield” foi mais um episódio bastante centrado em Íris e isso não é necessariamente ruim. A forma com que os roteiristas tem trabalhado sua história nesta temporada foi um grande acréscimo a uma personagem “agridoce”. Íris agora compartilha mais semelhanças com sua contraparte nos quadrinhos. Agora que sabemos que essa Íris alternativa criada pela Mestre dos Espelhos (como revelado ao final do episódio) está a solta, este episódio teria sido uma boa oportunidade de mostrar mais suas diferenças. E por mais que já tenhamos visto um pouco – como manipular as emoções de Barry e a engraçada cena em que mostra melhoria nos dotes culinários -, não foi o suficiente para ofuscar a trama de Amunet e Goldface.

Allegra foi uma personagem que cresceu bem ao longo da primeira metade dessa temporada. Sua inserção no time do The Citizen foi uma boa sacada dos roteiristas. Só que sua trama neste episódio foi completamente descartável. Seu romance forçado e aconselhamento de Nevasca não funcionaram. Por outro lado, Nash teve bem pouco tempo de espaço em tela, mas trouxe algo muito mais interessante para ser trabalhado nos próximos episódios. Será que continuará tendo visões dos Wells das outras Terras? E o que virá disso?

Este episódio filler de Dia dos Namorados teve uma boa premissa desperdiçada, o que acabou gerando alguns dos momentos mais fracos de The Flash nestes seis anos. Alguns bons momentos podem ser aproveitados no futuro da temporada. O cliffhanger, inclusive, desperta a curiosidade para o que está por vir nos futuros episódios… mas episódios que esperamos não ter esta mesma qualidade.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– Nos quadrinhos, Amunet e Goldface foram casados.

– “Rappaccini’s Daughter” (“A Filha de Rappaccini”, no português) é um conto de Nathaniel Hawthorne publicado pela primeira vez na edição de 1844 da The United States Magazine e na Democratic Review. Ao longo da história, a filha de Rappaccini, Beatrice, é comparada com as flores, desde o som de sua voz até seu perfume. Beatrice e as flores são lindas e mortais – elas ferem ou matam qualquer coisa com a qual entrem em contato, a menos que também seja venenoso.

Nota do Episódio6
Review do décimo primeiro episódio da sexta temporada de The Flash, da The CW, intitulado "Love is a Battlefield".
6
Tags The Flash
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours