Crítica: The Flash eleva tensão e mistério com 5×03 “The Death of Vibe”

Imagem: The CW/Divulgação

A quinta temporada de The Flash parece estar determinada a mergulhar de vez em sua trama

Estamos apenas em seu terceiro episódio, mas muito da trama de Nora e Cicada tem se desenrolado rápido. Diferente dos anos anterior onde tínhamos que esperar ao menos até metade da temporada para recebermos algumas respostas, aqui está diferente. E isso é um ponto muito positivo.

Cicada tem se mostrado um vilão muito peculiar dentro de The Flash. Neste episódio, descobrimos um pouco mais de seu lado humano. Apesar de ainda ter motivações obscuras, muito dele já foi revelado para poucos episódios. Algo bem diferente dentro da série. Cicada revelou ter muitos poderes e ser muito esperto no modo de agir. Por outro lado, acho péssimo o fato de Barry treinar há anos apenas seus poderes meta-humanos e se esquecer do seu físico. Barry virou saco de pancada do vilão nessa temporada já que seus poderes são anulados perto de Cicada. Cadê aquele Barry forte e inteligente dos quadrinhos?

Cisco recuperou a compostura após o último episódio. Mesmo que ainda lamente o término com Cigana de vez em quando, foi melhor um episódio inteiro dedicado a isso. O personagem ainda conseguiu nos enganar por alguns segundos. Não que o personagem realmente fosse morrer, mas que ao menos poderia ter perdido seus poderes. Mas tudo não passou de um bom plano para trapacear Cicada. A dobradinha Carlos Valdes e Tom Cavanagh enfim está de volta para Nosa alegria. A química da dupla em tela é indispensável. Essa versão de Wells pode dar bons momentos a temporada. Por mais que tenha uma veia cômica, consegue ser bem melhor que o falecido HR.

Girl Power

A trama de Caitlin em busca do seu passado também tem pisado no acelerador. Mais um ponto positivo. Por mais que pouco tenha sido descoberto ainda, já sabemos que seu pai não só está vivo como parece que a tem observado de perto. Ou ao menos pelas câmeras do STAR Labs. Já estou com saudades da Nevasca e ansioso para sua volta completa.

Meus sentimentos quanto a Nora ainda continuam divididos. Apesar de estar adorando a participação da filha de Barry e Íris do futuro, a velocista tem se mostrado muito infantil para a personagem. E isso não é problema da Jessica Parker Kennedy, pois quem a acompanhou em seus últimos trabalhos sabe que ela sabe ser multifacetada. Por mais que suas atitudes sejam compreensíveis, já que estar ao lado de seu desaparecido pai é sim muito emocionante, ela toma algumas atitudes bem juvenis.

Quem sabe após os conselhos de Barry neste episódio as coisas não comecem a mudar pra ela. Sabemos que ela também tem escondido segredos, o que mantém o interesse do público na personagem. Sem contar a riqueza de referências que ela pode fazer com pistas do futuro vindo direto dos quadrinhos.

Mesmo que revelando de pouco em pouco, a quinta temporada de The Flash em si tem ganhado por estar ao menos nos revelando seus segredos muito antes do esperado. Muito ainda há pra se desenvolver e ser revelado, mas sabemos que este ano de a história poderá ser diferente.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– O título do episódio é uma referência a “The Death of Superman”, tanto quadrinho quanto animação. Nele o Superman é morto por Apocalipse apunhalado no peito.

– Sherloque Wells menciona que toda vez que captura Cicada nas outras Terras seu nome era David Hersch. Nos quadrinhos, David Hersch é também o alter-ego do vilão.

– No futuro alternativo, a primeira vítima de Cicada era para ser Floyd Belkin. Nos quadrinhos, Floyd, ou Arm Fall Off Boy, tem o poder de arrancar seu braço para bater em seus inimigos. Ele tentou entrar para a Legião dos Super-Heróis, mas não conseguiu passar nos testes. Foi criado em dezembro de 1989.

– Quando conversando sobre Cicada, Nora cita a existência da Liga da Justiça no futuro.

– Quando Cicada está pesquisando notícias sobre Vibe, vemos um artigo sobre Zoom. A foto mostra Cisco em seu uniforme de Vibe. Mas ele só passou a usar este uniforme na terceira temporada da série.

Referências Nerds:

  1. Sherloque Wells é uma referência ao famoso personagem Sherlock Holmes criado por Arthur Conan Doyle.
  2. Cisco chama Harry Sherloque de “Cumberbatch”, sobrenome do ator da série Sherlock (2010).
  3. Harry usa a frase “Allons-y” (francês para “vamos”) do 10° doutor de Doctor Who (2005).
  4. Ralph esticando o braço por baixo da porta é uma referência a mesma cena de Reed Richards em Quarteto Fantástico (2005).
  5. Ralph menciona a sala de lasers do filme Resident Evil – O Hóspede Maldito (2002).
  6. Cisco chama Cicada de Michael Myers do filme Halloween.
Tags The Flash

Share this post

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.