Crítica: The Flash mostra ótimas performances de protagonistas em 5×19 “Snow Pack”

A quinta temporada de The Flash precisa acabar

Restam apenas três episódios para este ano, mas nada de sua trama tem criado expectativas para sua finale. Sejam os heróis, sejam os vilões, seja presente ou futuro. Se a história não foi boa, bem construída e desenvolvida, não serão seus últimos episódios que a salvarão.

Os protagonistas

Snow Pack” não foi de todo ruim. Isso se deve, surpreendentemente, a atuação. O conflito entre Barry e Íris foi excelente. As emoções e tensões demonstrados por ambos não afloraram tanto em The Flash como neste episódio. E isso nos foi mostrado já em sua cena inicial. Não fosse a colcha de retalhos que esse roteiro demonstrou ao misturar tantos personagens e tramas, teria sido um ótimo episódio. Nunca fui tão fã da Íris, mas nesta temporada ela tem me surpreendido. Ambos erraram em seus argumentos, mas senti mais compaixão dela que de Barry dessa vez. Grant Gustin e Candice Patton foram quem salvaram este episódio.

Tom Cavanagh não foi diferente, o que não é surpresa já que há anos ele mostra sua versatilidade. Essa versão de Thawne do futuro está muito interessante e espero descobrirmos mais sobre ele nos episódios finais. Quais suas verdadeiras intenções e sentimentos. Previsivelmente, o Flash Reverso é quem será o antagonista final dessa quinta temporada, então ao menos de seu enredo podemos esperar grandes coisas.

A família de gelo

A trama da família de Nevasca não tem sido forte nesta temporada quanto o prometido. Geada não se mostrou um bom personagem. Fator decisivo tanto por roteiro quanto por casting. Kyle Secor não é um bom ator para viver um vilão cartunesco e sua caracterização ficou estranha demais. Ao menos podemos esperar uma boa relação entre Caitlin e sua mãe daqui pra frente, que ainda poderá ser conturbada com seus recém adquiridos, mas ainda não descobertos, poderes.

Tanto Cicada quanto Nora não tem força o suficiente para carregaram a temporada até seu final. Suas histórias estão episódio após episódio mais previsíveis e já podemos até mesmo imaginar seus finais. Cicada só se mantém presente para manter o protocolo de vilão da temporada. Nora se tornando má não empolga. Os personagens secundários tem apenas ganhado histórias fracas. Então o que ainda podemos esperar desta temporada? A resposta talvez seja nada. Mas ao menos a esperança que fica é que tenhamos uma sexta temporada diferente.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– Nos quadrinhos, a Força de Aceleração Negativa surgiu em 2009 com The Flash: Rebirth, escrita por Geoff Johns. A Força foi criada pelo Professor Zoom. Barry também chega a usá-la tornando-se no Flash Negativo.

– Nos quadrinhos, durante o recente arco “Force Quest”, além da Força Negativa ainda existem a Strenght Force, Sage Force e Still Force.

– Na casa dos West, vemos uma caixa de pizza com a logo “Milgrom and McFarlane”. Al Milgrom foi um dos criadores do Nuclear e Todd McFarlane criou Spawn e trabalhou em vários títulos da DC e Marvel, ajudando a popularizar Venom.

– Referências Nerds:

  1. De Volta para o Futuro: Ralph brinca que devem viajar 88 milhas por hora para viajar no tempo.
  2. Harry Potter: Ralph chama Thawne de “Aquele que não deve ser nomeado”.
  3. Hannibal: o guarda chama Thawne de “Hannibal Velocista”.
Nota do Episódio7
Review do décimo nono episódio da quinta temporada de The Flash, da The CW, intitulado "Snow Pack".
7
Tags The Flash
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours