The Flash tem ótimas reviravoltas em “Armageddon Part 3” | Crítica

Bom roteiro do episódio mostrou mistérios e revelou reviravoltas

The Flash 8x03
Imagem: The CW/Divulgação
Continua após publicidade

The Flash está conseguindo surpreender com esta nova temporada. Não só tem mostrado consistência na qualidade de roteiro e produção, como sua história tem progredido. A cada episódio temos descoberto que existe muito mais por trás dessa história cheia de mistério. Esta terceira parte do arco Armageddon trouxe muito mais atuação, drama e uma ótima reviravolta.

Continua após publicidade

O encontro de heróis em The Flash

Grant Gustin e Cress Williams protagonizaram algumas das melhores cenas dramáticas do episódio. Barry pede para Jefferson retirar seus poderes permanentemente, a fim de impedir mais desastres. Jefferson é contra, e a luta dos dois, raio contra raio, leva a destruição do monumento criado em memória de Oliver Queen. O bom discurso de Jefferson, como sempre mostrou em sua série original, trás luz e força para Barry. A dupla já havia mostrado grande química em crossovers passados, então, quanto mais tempo tiverem juntos, melhor para a série.

Leia também: 8×02 de The Flash apresentou melhoras

Outra dupla carregada de drama neste episódio foi Candice Patton e Danielle Nicolet. As duas discordam sobre a morte ou não de Joe West, e trouxeram uma ótima cena tensa de discussão. Candice já havia mostrado melhora na temporada passada, mesmo a atriz ainda transparecendo não estar tão feliz fazendo a série. Mas nesta temporada sua personagem tem se encontrado ainda mais no que faz. Muitos fãs ainda torcem o nariz para o destaque que Cecile tem ganhado nas últimas temporadas, mas, da mesma forma, a personagem está melhor inserida no contexto de The Flash do que antes. A participação de Pião, a melhor da personagem até aqui, formou uma boa dupla com Cecile.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

A mente por trás de tudo

Como já sabíamos, Despero não é o grande antagonista por trás de tudo isso. Mais uma vez, e em pouquíssimo tempo, a produção trouxe de volta Eobard Thawne/Flash Reverso. Apesar do uso excessivo, dessa vez ele retorna de forma muito interessante. O vilão conseguiu reescrever a linha do tempo com ajuda da Força Negativa fazendo-o trocar de lugar com Barry. Mas foi preciso os poderes de Deon para levar Barry ao futuro, 2031, e ver com os próprios olhos o que está acontecendo.

Imagem: The CW/Divulgação

Armageddon ainda pode nos surpreender mais em seus dois últimos capítulos. Ainda mais com a transformação de Barry no próprio Flash Reverso. Ainda é difícil imaginar o que Barry terá que fazer para reverter isso tudo, mas a esperança é de que ele não cause mais nenhuma mudança temporal drástica. O arco foi muito bem escrito, bem dirigido, e empolgado ainda mais com o passar dos episódios. E que seja assim a oitava temporada de The Flash como um todo.

Continua após publicidade

Nota: 4,5/5

Continua após publicidade