Crítica: Lua de mel nada convencional destaca estreia de The Big Bang Theory

Imagem: CBS/Divulgação.

Começa a jornada para o adeus final de The Big Bang Theory

Foi dada a largada para a temporada final de The Big Bang Theory, uma das séries de maior sucesso da TV americana na última década. Desde seu início em 2007, ela veio conquistando uma legião de fãs e uma audiência cativa. E as expectativas são altas para essa temporada final. Esperamos que atenda nossas expectativas.

Nesse episódio de estreia, tivemos três histórias em destaque: a lua de mel entre Amy e Sheldon, uma mini disputa entre Raj e Neil Degrasse Tyson e a relação entre os pais de Amy. Confira o que achamos…

Uma lua de mel nada convencional

Primeiro, vamos falar da lua de mel. A última temporada terminou, talvez, com o grande acontecimento da série até então: o casamento entre Amy e Sheldon. O episódio dessa semana deu continuidade ao evento, mostrando como está sendo a vida em casal dos personagens.

Continua após a publicidade

Como não poderia ser diferente, a lua de mel acontece em um lugar um tanto quanto diferente: a Legoland. Apesar do local pouco convencional, Amy parece não se incomodar tanto com isso. O problema, na verdade, é a forma mecanizada que Sheldon tenta levar o casamento.

Com todas as suas atividades sendo agendadas. Amy quer algo mais natural, algo mais real. Foi legal ver os dois tendo a primeira conversa mais série pós casamento. Amy mostrou sua insatisfação e Sheldon encontrou uma forma racional de atender as demandas da amada. Ponto pra Shamy!

Uma disputa de egos

Longe da Legoland, Raj continua buscando sua auto-afirmação entre seus amigos. Apesar de ter melhorado desde o começo da série, o personagem ainda parece não ter se encontrado. Toda vez que ele pode ele sempre tenta fazer algo para que outras pessoas o vejam de uma maneira diferente. Dessa vez ele resolveu atacar na TV um dos mais populares cientistas da atualidade: Neil Degrasse Tyson (conhecido dos fãs da série).

É incrível como o personagem consegue ser, de longe, o mais infantil de todos eles. E olha que disputar infantilidade com Sheldon e Howard é uma disputa pesada. Enquanto estes parecem estar bem mais maduros do que eram, Raj continua o mesmo personagem egocêntrico e mimado que sempre foi. Não sei se é essa a intenção dos roteiristas, mas em 11 anos o personagem continua com pouquíssimo desenvolvimento.

Ano novo, DR nova

Por ser o casal mais antigo da série, é normal que Leonard e Penny reflitam sobre esse tempo juntos e sobre o que se tornaram. Como tem sido recorrente, principalmente na temporada passada, o ano novo já começa com uma pequena DR entre os personagens. E o motivo da vez não surgiu de algum acontecimento, mas sim de uma reflexão sobre como os dois se enxergam e como isso pode afetar o seu futuro.

A participação especial dos pais de Amy foi bastante interessante. Seja pelo teor cômico do relacionamento ou seja pela forma como isso interferiu em Penny e Leonard. Apesar de não concordar que eles sejam exatamente iguais aos pais de Amy, é inegável que é possível enxergar certa semelhança. Penny é uma mulher decidida e que sempre toma a frente da situação. Já Leonard sempre foi muito passivo no relacionamento dos dois. Não imagino o relacionamento dos dois se tornando algo parecido com o do casal Fowler, mas talvez seja melhor Leonard ter mais atitude vez ou outra.

Continua após a publicidade

O saldo do primeiro episódio é positivo. Apesar de não ser mais a série que foi (e nem tem como ser), a série caminha para uma temporada final interessante. Principalmente pelo foco nos relacionamentos dos personagens, mostrando o quanto eles evoluíram do ponto de vista social. A exceção ainda fica para o Raj. Vamos aguardar como será o desfecho do personagem.

Abaixo, o vídeo com a prévia (em inglês) do próximo episódio.

Continue acompanhando as reviews e notícias sobre a série aqui no Mix de Séries.

Share this post

Matheus Ronconi

Paulista, nerd, viciado em séries e fã do Rei Leão e do Homem-Aranha. No Mix escrevo sobre The Big Bang Theory e Star Trek: Discovery.