Downton Abbey – 6×08 – Episode 8

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

I believe in love.

Depois de muito secar as lágrimas, começo essa resenha com um sentimento: saudades. É real: Downton Abbey chegou ao fim. Bem, não exatamente. Sabemos que o grand finale ocorrerá mesmo no especial de Natal, que será transmitido no dia 25 de dezembro na Inglaterra. Então, ainda temos mais de um mês para nos preparar para o verdadeiro final. Até lá a curiosidade toma conta da gente, porque neste episódio alguns destinos ficaram incertos, logo, esse especial promete fortes emoções.

Continua após a publicidade

Arrisco-me a dizer que este episódio foi o mais caloroso da série até aqui. Os sentimentos estavam à flor da pele. Tanto os Crawley quanto os seus empregados passavam por momentos decisivos em suas vidas. Já que esta era exatamente a proposta da temporada: mudanças. A sociedade da época estava fervilhando. As pessoas de classes inferiores queriam finalmente seu reconhecimento; as mulheres lutavam pelos seus direitos e participação igualitária nos trabalhos e atividades. Julian Fellowes tratou desses aspectos com perfeição, cuidando de todos os detalhes, não esquecendo de colocar um toque humano em tudo isso.

Continua após publicidade

É bonito de ser a preocupação que os Crawley têm com seus empregados, já que sem eles a família nada seria. Por detrás de todo o luxo e prestígio social que os habitantes da casa de cima possuem, encontra-se todo o suporte que fica na casa debaixo. Muitos não reconhecem a importância de seus serviçais, mas Robert e cia. compartilham da ideia de que devem ser muito agradecidos aos seus funcionários. Tanto que aqui, num gesto nobre, Robert, Cora e Rosamund resolvem ajudar Mrs. Patmore a recuperar o prestígio de sua pousada. Em outro momento, verifica-se uma preocupação evidente na descoberta da tentativa de suicídio de Mr. Barrow. A família fica bastante comovida e Robert sente uma parcela de culpa pelo ocorrido, devido ao fato de Thomas está na iminência de ser demitido. É triste ver esse fatídico final para Mr. Barrow, mas lá no fundo sabíamos que uma hora, ou outra isso iria acontecer. Felizmente ficou tudo bem com o rapaz.

Subindo as escadas, chegamos ao plot central do episódio. Lady Edith vs. Lady Mary, quem sai vencedora dessa disputa? Todo o vulcão que estavam em erupção ao decorrer desses seis anos de série, explodiu nesse episódio final. A guerra fria que rolava entre as duas irmãs por tanto tempo finalmente deflagrou. Aqui, como nunca antes, deu-se por evidente o lado mesquinho, invejoso, orgulhoso e mimado de Mary. A lady não pode aceitar a felicidade alheia. Muito mais se o pretendente de sua irmã virar o mais novo poderoso chefão da sociedade. Bertie ganhou o título de Marquês de Hexham, o que deixa Mary possessa de inveja. E é claro que ela não poderia deixar de desfilar seu veneno. Jogou no ventilador a verdade sobre Marigold e conseguiu arruinar o casamento de Edith. Feliz, Lady Mary?

Continua após publicidade
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Claro que eu era a favor da Edith revelar a verdade para Bertie, mas do seu próprio jeito, e não com a Mary metendo o bedelho onde não devia. Para mim, enquanto Mary só se mostrou uma pessoa insuportável e pobre de espírito, Lady Edith foi a personagem que mais cresceu em Downton Abbey. Seu passado sofrido e suas frustrações a tornaram uma grande mulher. Sua revista vai de vento em polpa, alcançando grande sucesso, tanto que até mesmo Mr. Spratt quis fazer parte da equipe. Então há chegado o momento da moça ter um pouquinho de felicidade em sua vida, não é mesmo? É, mas parece que não foi dessa vez. Bertie a deixou e Mary, como sempre, conseguiu seu final feliz, casando-se com Henry Talbolt. Tenho grandes expectativas para com o especial de Natal, pois se aqui a Mary brilhou, Edith terá um especial inteirinho para reinar. Tenho certeza.

E a menção honrosa vai para Mr. Molesley. O empregado atrapalhado de Downton Abbey finalmente deu início a suas aulas. Fico feliz em ver que agora a sociedade reconhece a importância da educação para uma vida melhor e mais digna. Molesley já cativou Dasy com seus ensinamentos, e agora é hora de ir mais adiante, dessa vez com seus alunos. Em tempos onde um professor possui grande prestígio, Molesley teme em contar para seus alunos que ele também é criado de uma grande família. Mas ao revelar tal informação, para sua grande surpresa, as crianças o admiram ainda mais. Percebem que os estudos são o trampolim para uma vida melhor. Já que seu próprio professor conseguiu ascender, por que eles não conseguiriam? Grande lição que Downton nos dá em sua cartada final.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

PS: Violet sempre foi a personificação da resistência à mudança. Tradição é com ela mesma. Mas aqui ela nos mostrou uma faceta até hoje desconhecida: a importância do amor. Sua conversa com Mary foi decisiva para que a Lady se casasse com Henry. Quem diria que veríamos esse lado da condessa, não é mesmo?

Downton Abbey vai dizendo adeus ao seu público, mas ainda deixa algumas pontas soltas para o seu último episódio. O clima natalino virá com tudo e podemos esperar fortes emoções nessa despedida. Nos encontramos no especial de Natal. Até lá!