Bake Off Brasil Mão na Massa – 2×15 – E a vencedora é…

Bake off

Imagem: Arquivo Pessoal

Continua após as recomendações

Já estou ouvindo os soluços de tristeza. Chegamos ao fim de mais uma temporada de Bake Off, e já estou pegando o lencinho para me despedir de vocês. Antes de mais nada, foi muito legal cobrir o reality ao lado do meu queridíssimo Diogo, que compartilhou comigo as emoções destes confeiteiros amadores.

Continua após a publicidade

A nossa review hoje é mais do que especial. Eu e Diogo fizemos um chá das cinco, compramos alguns quitutes, fizemos salgadinho, colocamos o óculos meia lua, pegamos os nossos notebooks e começamos a colocar nossos pensamentos na mesa. Mentira, gente. Isso teria acontecido se eu tivesse dinheiro para ir para o Rio de Janeiro, e com certeza não estaríamos bebendo chá. Realidades à parte, vocês verão nessa review uma mistura de ideias e pensamentos, meus e do Di, e comentaremos essa grande – e óbvia – final.

Vamos comentar então sobre a prova criativa dessa final. É claro que eles viriam com um grande desafio, e o bolo Marta Rocha com certeza foi muito difícil de ser feito. Um bolo cheio de camadas, com recheios diferentes, suspiro (que é bem difícil de fazer), cobertura de merengue, fios de ovos. Muitos processos, para pouco tempo e muito nervosismo.

O que o Diogo pensou sobre o Marta Rocha? Bom, primeiro ele pensou que fosse a mãe da Carol Fiorentino, e que era uma homenagem a ela. Mentira, gente. Diogo é super bem informado e logo já disse “é aquele bolo de seis camadas, que vai recheio de ameixa”, é mentira também. Assim como eu, ele só come bolo de chocolate e fica feliz.

O que eu pensei sobre o Marta Rocha? Nunca vi, nem comi, nem ouvi falar e não ia comer porque não sou obrigada a consumir nada que tenha ameixa e fio de ovos.

Sobre a prova criativa em geral, nós tivemos algumas impressões bastante parecidas (é muita sintonia). Primeiro o fato de que Noemy escolheu Paula para ajudar e já deveria ter perdido o programa aí, porque, honestamente, quem, QUEM em sã consciência chamaria a eliminada para ajudar? Outro ponto em que concordamos é que presenciamos uma final bastante equilibrada, a qual os participantes eram igualmente bons e todos tinham chances de conquistar o prêmio.

bake off                                “Paula, nem no último programa perdeu a chance de ser arrogante” (AZIS, Diogo)

Desnecessário fazer os destaques positivos e negativos em uma final, pois eles já têm destaque positivo por chegarem até lá. Os bolos ficaram muito equilibrados e provaram que os três possuíam boas chances de se tornarem grandes confeiteiros nos futuro, mas, por algum motivo, Camila e Noemy conseguiram mostrar uma superioridade maior, tanto no desenvolvimento do trabalho, quanto na montagem do bolo e no capricho da decoração e, em uma final, são os pequenos detalhes que contam.

Mais uma vez eu e Diogo concordamos. Nós dois esperávamos que Noemy e Camila fossem para a próxima etapa, e imagino que nós não estávamos sozinhos. Observando a trajetória de ambas, era o mais justo a acontecer. Marcos merece todas as nossas palmas, porque foi um grande competidor e cresceu muito ao longo dos programas, mas, em questão de merecimento, as duas melhores participantes estavam lá. Elas dividiram o avental de Mestre Confeiteiro diversas vezes e, em muitos momentos, conseguiram mostrar que eram, de fato, as melhores. Mas aqui preciso abrir um parênteses: Noemy, sendo artista plástica, deixou muito a desejar nas decorações de seus bolos.

Vamos então para à prova técnica e gente, parece que essa prova foi pensada para a Camila, que adora fazer bolos decorados e tem um capricho enorme com a delicadeza da decoração. Bolo de festa de 15 anos, com três camadas. Duas bases de isopor decorado e o topo de bolo de corte. Muito difícil, tem que ser craque em decoração, e disso as duas competidoras entendiam muito.

Eu preciso fazer uma ressalva, apesar dos bolos terem ficado lindíssimos, achei que apostaram muito na cor branca e, na minha opinião, que fiz festa de 15 anos e escolhi cada detalhe a dedo, faltaram detalhes cor de rosa, ou em lilás, ou amarelo ou qualquer cor, mas um bolo todo branco me remete muito à casamentos, e acho que perde um pouco a personalidade de um para debutantes. Mas, como eu não sei nada, se soubesse seria jurada no lugar do Fazano, melhor ficar quieta porque eu não sei nem fazer uma pasta americana e Diogo também não.

Os bolos ficaram realmente muito bonitos, mas só de olhar eu já sabia quem seria a vencedora desta temporada. Camila venceu, e o melhor, mereceu. A candidata é esforçada, dedicada, talentosa, gosta de trabalhar com a confeitaria e merece muita visibilidade no meio. Tem que fazer cursos, se aperfeiçoar, buscar crescer cada vez mais e se tornar uma grande profissional.

Nós dois concordamos mais uma vez, inclusive sobre quem deveria ser a vencedora. Eu nunca escondi minha torcida pela Camila, e estamos realmente contentes com a conclusão desta temporada. É muito bom e bacana ver alguém ganhar, não só porque nós estávamos torcendo, mas porque ela realmente fez por merecer. Como disse Diogo, ela foi a melhor na competição seis vezes e só poderia ter se consagrado campeã, ou não seria justo.

Atenção para um comentário muito importante e pertinente dele, o qual comentou que o prêmio do programa é somente um livro de receitas e eu sou tão desligada que não sabia disso até hoje, me julguem. Mas realmente, que pobreza! Nem um dinheirinho? Nem um curso com confeiteiro famoso? Tanto stress para lançar um livro de receitas? Que pobreza, Silvio Santos! Vamos liberar uma verba aí, assim não dá.

Voltando aos tempos áureos de Orkut, “tudo o que é bom dura o tempo suficiente para ser inesquecível”. E com essa frase super original é que nos despedimos de vocês. Foi muito bacana comentar Bake Off por aqui, fazer essa parceria com o Diogo e espero repetir a dose em breve. Fica aqui o nosso beijo e o nosso muito obrigado a todos que nos acompanharam. Fiquem na paz, até a próxima e parabéns, Camila!!

Por Jeh Mari e Diogo Azis

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Diogo Azis 29 agosto, 2016 at 12:45 Responder

    Minhas noites de sábado não serão mais as mesmas sem o Bake Off. Agora só me restar vestir minha roupa gótica e ficar em posição fetal até a próxima temporada. Adorei ter dividido a bancada com você Jeh! E essa final foi mais do que justa. Até a próxima!! =D

Post a new comment